Jonas Brothers Oficial Street Team Portuguesa
Bem-vindo!
Junta-te a nós ou faz o teu login!



 
InícioPortalFAQRegistrar-seLogin

Compartilhe | 
 

 One day at a time...[Capitulo 30]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte
AutorMensagem
Mrs. President
paranoid
paranoid


Feminino Número de Mensagens : 134
Idade : 21
Localização : lost in his brown eyes**
Emprego/lazer : Estudante/ Jonas obcessed :D
Jonas Brothers Preferido : NJJAY, but i trully love the three**
Data de inscrição : 10/11/2009

MensagemAssunto: Re: One day at a time...[Capitulo 30]   Dom Abr 04, 2010 5:09 am

tou a gostar muito, muitoo posta mais, sim? (:


Última edição por Mrs. President em Qua Abr 07, 2010 2:49 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Rita Liane
invisible
invisible


Feminino Número de Mensagens : 1819
Idade : 21
Localização : Nicklândia
Emprego/lazer : mexer naqueles caracois lindos
Jonas Brothers Preferido : Nicholas Jerry Jonas
Data de inscrição : 15/08/2009

MensagemAssunto: Re: One day at a time...[Capitulo 30]   Seg Abr 05, 2010 11:15 pm

ohhh eu acho isto ta fofinho *.*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://twitter.com/ritaliane
Neiazitah
administradora
administradora


Feminino Número de Mensagens : 971
Idade : 28
Localização : Where you are is where I wanna be...
Emprego/lazer : Pois...
Jonas Brothers Preferido : Todos são especiais para mim!!Mas o Joe mexe muito comigo!!!!
Data de inscrição : 09/09/2009

MensagemAssunto: Re: One day at a time...[Capitulo 30]   Qua Abr 07, 2010 1:57 pm

Capitulo 10

*Dias Depois*

PDV Joe
Mal cheguei a casa fui logo para o quarto. Fui um parvo mas fiquei magoado por a Meg ter acreditado no que o meu irmão disse e no que eu disse não acreditou nem numa palavra. Isto deixa-me de rastos. Já não sei o que fazer para ganhar a confiança dela. Eu estou a ser verdadeiro, eu… Gosto dela. Ouço a Filipa cá em casa e vou falar com ela:
- Preciso de falar contigo.
Olha para mim, intrigada, mas sorri.
- Diz…
- Eu… Acho que gosto da Meg!
Ela ri-se, desvia o olhar e diz:
- Diz algo que eu já não saiba Joe! A sério…
Ok, será que sou assim tão óbvio para todos menos para a Megan?
- Pronto, gostar, não sei bem… É estranho o que sinto por ela. Eu… Não sei… Acho que gosto! Mas sinto-a cada vez mais afastada de mim, não sei o que fazer. Nem posso estar perto dela para saber se é mesmo o que sinto.
Olha para mim com um ar enternecedor.
- Oh, gostas mesmo dela, não gostas?
Aceno com a cabeça, um pouco envergonhado.
- Sabes que vais ter de ter paciência com ela, não sabes? Muita paciência? Tu bem viste pelo que ela passou.
- Sim, claro que sei disso. Mas ela também não me dá uma hipótese de provar que sou diferente, que gosto mesmo dela. Afasta-se. Assim não sei o que fazer.
- Eu quero ajudar-te no que puder, quando precisares é só pedires que eu tento ajudar Joe!
- Bem… Há uma coisa que podias fazer… Tentar falar com ela, saber se ela era capaz de se envolver com alguém, o que acha de mim, essas coisas, sim?
- Claro que sim Joe! Vou ajudar-te, mas olha, faças o que fizeres depois disto, não a magoes!
- Achas que era capaz disso? Nunca! Obrigada por tudo Filipa!

PDV Megan
Estou a preparar-me para me deitar quando batem á porta e entram, é a Filipa:
- Precisas de alguma coisa?
- Não, vinha só ver como estavas. Queres falar? Estou aqui sempre que precisares, estamos todos, eu, o Nick, o Kevin, o Joe, os pais. Todos!
Ai, ainda bem que apareceste Filipa.
- Se preciso de falar? Eu preciso sempre de falar amiga, sinto-me sozinha apesar de estar numa casa cheia de gente. O Jake continua com as mensagens, estou tão cansada…
Agarra a minha mão.
- Então se precisas sempre de falar, fala, nós queremos ajudar. Acredita, sozinha não estás. Tens amigos que gostam muito de ti e querem que tudo volte a estar bem. Vais ficar bem um dia, a sério. Vais ver que vais encontrar alguém especial em vez do filho da mãe do Jake!
- Hum… Alguém especial? Não, não estou virada para aí agora. Cada vez mais tenho a sensação que os homens são todos iguais ao Jake. Acho que nunca vou conseguir envolver-me com alguém, não sei. Durante toda a minha vida sempre fiquei sozinha, parece que estou destinada a morrer sozinha.
- Oh amiga, é natural que penses assim, eu também ficava assim se fosse comigo, ninguém merece o que estás a passar. Mas vais ver que um dia vais perceber que não é bem assim, podes demorar a mudar de ideias, mas vais ver que vai correr tudo bem!
- Gostava tanto de pensar como tu, que vai ficar tudo bem. Vai ficar sempre tudo na minha cabeça e vai doer cada vez que me lembrar!
- Claro que vai doer Meg, mas pouco a pouco vai passar, vais aprender a viver com isso. Com o apoio de todos vais ver que vai tudo correr bem.
- Como é que alguém aprende a viver com uma coisa destas Filipa? Não imaginas as vezes que já pensei em…
Olha para mim, de lágrimas nos olhos e aperta mais a minha mão!
- Não! Não! Não! Não! Não vais fazer uma coisa dessas, nem pensar, estás a ouvir? Estás a ouvir? Isso não é solução para nada, nada! Ias deixar-nos a sofrer a nós também! Acredita quando digo que gostamos todos muito de ti! Todos!
Começo a chorar, sou tão fraca por causa disto.
- Sei que não é solução, mas pelo menos não sofria, não andava da maneira que ando. Sabes á quanto tempo não me rio a sério? Isto não é maneira de viver.
- Claro que não é amiga. Mas o que estavas a pensar, que nem quero dizer o nome, é horrível e não é solução! Tens aqui gente que gosta de ti, imenso! Mais do que pensas! Por exemplo, o Joe, ele é mesmo uma excelente pessoa que gosta de ti e que só te quer ver bem, não te quer ver dessa maneira, só quer ajudar!
Olho para ela admirada.
- O Joe? Oh. O Joe está apenas a tentar se simpático, mas bem sei que é só pena!
- Já experimentaste olhar nos olhos dele? Já experimentaste ter uma conversa com ele, uma conversa a sério, e tentar saber se é mesmo o que dizes ou se é verdade o que ele diz?
- Não, mas…
- Mas nada amiga, não o afastes porque ele pode vir a ser mais importante para ti do que julgas.
- Já me conheces, eu não vou ter com o Joe e simplesmente começar a falar com ele, não vou.
- Porque não tentas? Mal não faz, ele só te quer ajudar.
- Olha, não sei porque esta conversa foi parar assim ao Joe, mas se ele quer falar comigo ou tem algo a dizer que me diga, que não se afaste. Se ele não me quer deixar sozinha que não se afaste. Que não se arme em parvo que é o que ele tem sido sempre!
- Pronto! Queres falar de algo?
Penso. Estou mesmo cansada, dói-me a cabeça.
- Não. Podes deixar-me sozinha? Preciso de descansar um pouco. Amanhã falamos, pode ser?
- Claro que sim amiga!
- Olha… Obrigada por tudo, pelo apoio! Tens sido fantástica!
Abraço-a. Ela sai do quarto e finalmente deito-me na cama sabendo que vou dormir pouco, como todas as noites. Todos os dias sonho com o Jake e isso deixa-me transtornada, até tenho medo de fechar os olhos e de o ver de novo.

Peço imensas desculpas pela demora a postar, mas nao pude mesmo, so hoje vim a net, mas claro, espero que gostem *-* e obrigada pelos comentarios!!!

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/Neiazitah
Joane Jonas
invisible
invisible


Feminino Número de Mensagens : 1773
Idade : 21
Localização : Dreamworld
Emprego/lazer : Ver skins com o Joe
Jonas Brothers Preferido : Joseph Adam Jonas
Data de inscrição : 07/11/2009

MensagemAssunto: Re: One day at a time...[Capitulo 30]   Qua Abr 07, 2010 10:34 pm

Já tinha saudades, gostei imenso.
Como já disse anteriormente cada vez gosto mais desta fic.


Espero que o próximo venha rápido Razz
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Pipa*Jonas*
administradora
administradora


Feminino Número de Mensagens : 2592
Idade : 23
Localização : Porto
Emprego/lazer : Facultis ahah / Pensar nos Jonas
Jonas Brothers Preferido : São os meus meninos
Data de inscrição : 13/04/2009

MensagemAssunto: Re: One day at a time...[Capitulo 30]   Sex Abr 09, 2010 2:15 am

E cada vez isto fica mais interessante e eu ja sei o que vem a seguir! muahahahahahahaahah!
LOL

Bem, tinha de ir a filipa ajudar o joe, coitado Smile

CONTINUA QUE TODA A GENTE ESTA A GOSTAR
OUPA! MAIS UM!

Very Happy
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://tudoemaisalgumacoisa-pipa.blogspot.com
C'
LA baby
LA baby


Feminino Número de Mensagens : 2047
Idade : 25
Localização : Aveiro
Emprego/lazer : Basket!
Jonas Brothers Preferido :
Data de inscrição : 27/02/2009

MensagemAssunto: Re: One day at a time...[Capitulo 30]   Dom Abr 11, 2010 3:11 pm

OMG!!!
Tudo o que eu tenho andado a perder!!! =O
Camelo do Jacob! -.-'
Espero bem que ele não consiga fazer nada contra o Joe nem contra a Meg ou algum dos outros...
A fic está tão bonitinha!! *.*
Desculpa o meu desleixo, sim??
Maior bjinhoo* e continua com esta fic excelente! Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://bnobodybutyourself.tumblr.com/
Rita Liane
invisible
invisible


Feminino Número de Mensagens : 1819
Idade : 21
Localização : Nicklândia
Emprego/lazer : mexer naqueles caracois lindos
Jonas Brothers Preferido : Nicholas Jerry Jonas
Data de inscrição : 15/08/2009

MensagemAssunto: Re: One day at a time...[Capitulo 30]   Dom Abr 11, 2010 3:13 pm

está mesmo giro
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://twitter.com/ritaliane
Neiazitah
administradora
administradora


Feminino Número de Mensagens : 971
Idade : 28
Localização : Where you are is where I wanna be...
Emprego/lazer : Pois...
Jonas Brothers Preferido : Todos são especiais para mim!!Mas o Joe mexe muito comigo!!!!
Data de inscrição : 09/09/2009

MensagemAssunto: Re: One day at a time...[Capitulo 30]   Seg Abr 12, 2010 5:57 pm

Capitulo 11

PDV Joe
Vejo a Filipa sair do quarto da Megan e vou logo ter com ela:
- Então? De que falaram? Falaram sobre mim? O que ela disse?
Ela olha para mim, respira fundo e diz:
- Não disse muito, apenas disse que não se consegue dar contigo, que sente que se está a isolar de todos. Disse também que não percebe porque estás tão preocupado de repente.
- Oh, não percebo, toda a gente percebeu que gosto dela, menos ela. O que faço? É assim tão impossível aproximar-me dela? O que ela disse sobre isso?
- Não é impossível, ela disse que não consegue ir falar contigo por iniciativa, mas disse que se estavas tão preocupado, então devias aproximar-te mais. Não sei Joe vai com calma mas tenta.
Sinto os meus olhos a brilhar, será que devo ter alguma esperança? Queria tanto conseguir pelo menos falar com ela.
- Estás a falar a sério? Ela disse isso? O que achas que devo fazer? Não a quero afastar. Ajuda-me, nunca tive jeito para estas coisas.
- Ela agora está um pouco de pé atrás com os rapazes, mas aproxima-te aos poucos. Conversa com ela, falem os dois, não necessariamente do que aconteceu, sobre qualquer coisa. Mostra-lhe que és boa pessoa. Que podem ser amigos!
- E como me aproximo dela? Não quero aproximar-me e ela afastar-se… Quando o faço?
- Não sei, mas não a forces a nada. Ela agora está a descansar. Fala amanhã, ou assim, não importa. Eu sei que não a queres ver sofrer, mas da maneira como ela falou hoje… Ainda vai demorar algum tempo até ela voltar a confiar nas pessoas para namorar e assim. Lamento não te dar as melhores notícias, mas olha, vais ver que vai tudo correr bem! Ela vai aperceber-se que és boa pessoa e que pode confiar em ti!
Agradeço-lhe por ter feito o que fez, foi uma querida, uma boa amiga! E agora? Falar com ela? Sobre o quê? Até tremo só de pensar nisso, não quero fazer nada parvo. Tenho de pensar muito bem nisto. Cada vez tem mais impacto na minha vida, vivo em função dela. É estranho pensar assim depois de tudo o que lhe disse, das discussões que tínhamos. Apercebo-me agora talvez tenha gostado sempre dela, admito que ela nunca me foi indiferente. Sempre a achei diferente, não é daquelas que se põe a olhar e a pensar “Oh, é o Joe Jonas! O JOE JONAS!!!” Detesto isso, sou uma pessoa normal. Acho que ela é linda, adoro a maneira como ela às vezes passa por mim, e o cheiro do seu perfume me vem ao nariz, o cabelo ondulado, comprido, nunca tive a oportunidade de lhe sentir o cheiro, mas aposto que cheira bem! Resumindo tudo, nunca pensei estar tão apaixonado como estou!
Decido não ir hoje falar com a Meg, talvez amanhã, sim, é melhor!

PDV Megan
Estou no meu quarto, a dormir, acordo, ouço barulho, vem lá de fora, mas deixo-me estar na cama, fecho os olhos de novo para voltar a dormir. Mas volto a ouvir barulho e a janela do meu quarto abre-se. Vejo que alguém se aproxima de mim e se senta ao meu lado. Começa a fazer-me festas na cara, beija-me nos lábios é aí que abro os olhos e vejo que é o Jake, dou um salto na cama e digo-lhe para se ir embora, não o quero ali. Ele não diz nada, sorri, tira a roupa que tem, ficando assim nu. Pergunto o que está a fazer, mais uma vez não me responde. Digo-lhe para se ir embora senão berro e alguém me há-de ir ajudar. Ele não reage, deita-se a meu lado e começa a tocar-me, digo-lhe para parar, não estou a gostar do que ele está a fazer, mas não sei porquê não consigo sair da cama, não consigo fugir, parece que algo me prende á cama. Começa a despir-me também e põe-se por cima de mim, começo a chorar e a tentar berrar, chamar por alguém, mas não sai nada, não consigo berrar. O Jake sorri, como se tivesse a fazer uma coisa normal. Começa a bater-me, tal como antes, não sei porque faz isto, não sei porque me bate, não fiz nada para o irritar, nem me consigo mexer, por muito que tente. Fecho os olhos, experimento berrar uma última vez para ele parar, consigo dar um berro:
- PARA JAKE!
Consigo sentar-me na cama, abro os olhos e não está ninguém no quarto, só eu, tenho a cara molhada de ter estado a chorar, aliás, ainda estou a chorar, será que foi um sonho? Foi tudo tão… Real. O Joe entra no meu quarto, olha para mim, senta-se na cama e pergunta:
- O que foi Meg? O que se passou? Estás bem? – Coloca a sua mão na minha.
Começo a chorar ainda mais e abraço-o. Só consigo dizer:
- O Jake… Esteve aqui, ele… Foi horrível Joe…
Passa as mãos nas minhas costas, a tentar acalmar-me.
- Não está aqui ninguém Meg. Só nós, foi só um pesadelo, não te preocupes, sim? Está tudo bem, eu estou aqui!
Interrompo o abraço, olho para ele, parece mesmo preocupado.
- Foi mesmo um pesadelo? Pareceu tão real…
- Sim, Meg, foi um pesadelo, vês? – Aponta para o quarto todo – Não está aqui ninguém. Não deixo que te aconteça nada.
- Prometes Joe?
- Prometo – Sorri, volta a cobrir-me com os cobertores - Agora dorme, sim? Tens de descansar.
Levanta-se da cama e vai em direcção á porta para ir embora. Não consigo ficar sozinha, tenho medo, normalmente os meu sonhos, ou pesadelos, acabam por acontecer, tenho medo.
- Joe…
- Diz…
- Fica comigo, por favor. Tenho medo…
Sorri e senta-se na cama. Coitado, não vai ficar assim, é desconfortável, eu sei que é.
- Joe, podes deitar-te, se quiseres, sei que ficar aqui sentado não é muito confortável.
Faz o que disse, mas por cima dos cobertores, e parece satisfeito por o fazer, talvez porque fica mais confortável. Ajeita a almofada e apaga a luz. Encosto-me um pouco a ele, faz-me festas no cabelo e acabo por adormecer.
No dia a seguir, de manhã cedo, acordo no braço do Joe. Não sei como fui lá parar, mas saio logo do braço dele, para não o acordar levanto-me devagar da cama, mas ele acorda na mesma e diz:
- Bom dia!
- Bom dia – respondo um bocado atrapalhada. Vou á casa de banho, vestir-me e arranjar-me, afinal tenho de ir trabalhar!
Volto ao quarto, ele ainda está deitado, mas levanta-se mal chego, aproveito para fazer a cama. Acabo, olho para ele e digo:
- Joe, obrigado por teres ficado comigo. Foste um querido! – Sorrio, foi mesmo um querido!
- Não tens de agradecer. Fiz isso porque quis, não fui obrigado – Pisca o olho e sorri – Já estás melhor?
- Sim Joe. Obrigado mais uma vez! Agora tenho de ir trabalhar!
Saio do quarto e vou preparar o pequeno-almoço.

Espero que gostem *-*

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/Neiazitah
Joane Jonas
invisible
invisible


Feminino Número de Mensagens : 1773
Idade : 21
Localização : Dreamworld
Emprego/lazer : Ver skins com o Joe
Jonas Brothers Preferido : Joseph Adam Jonas
Data de inscrição : 07/11/2009

MensagemAssunto: Re: One day at a time...[Capitulo 30]   Seg Abr 12, 2010 11:51 pm

Gostei imenso o Joe está cada vez mais fofinho.



Não aparece no titulo "capitulo 11" aparece sim "capitulo 10" mas eu já percebi que isso está a acontecer em alguma fic's :s
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Rita Liane
invisible
invisible


Feminino Número de Mensagens : 1819
Idade : 21
Localização : Nicklândia
Emprego/lazer : mexer naqueles caracois lindos
Jonas Brothers Preferido : Nicholas Jerry Jonas
Data de inscrição : 15/08/2009

MensagemAssunto: Re: One day at a time...[Capitulo 30]   Ter Abr 13, 2010 12:03 am

o Joe está cada vez mais fofinho ainda bem.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://twitter.com/ritaliane
C'
LA baby
LA baby


Feminino Número de Mensagens : 2047
Idade : 25
Localização : Aveiro
Emprego/lazer : Basket!
Jonas Brothers Preferido :
Data de inscrição : 27/02/2009

MensagemAssunto: Re: One day at a time...[Capitulo 30]   Qua Abr 14, 2010 1:51 am

ahah...
O Joe super fofo apaixonado... todo empolgado e tal!!! xD
E depois foi super querido quando ela teve o pesadelo...
Mas porra, eu pensava que era mesmo verdade! God!!

Adoro a fic... E Gosto destas ceninhas fofas escritas por ti!! ^^

bjinhoo**
posta mais sim??
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://bnobodybutyourself.tumblr.com/
Neiazitah
administradora
administradora


Feminino Número de Mensagens : 971
Idade : 28
Localização : Where you are is where I wanna be...
Emprego/lazer : Pois...
Jonas Brothers Preferido : Todos são especiais para mim!!Mas o Joe mexe muito comigo!!!!
Data de inscrição : 09/09/2009

MensagemAssunto: Re: One day at a time...[Capitulo 30]   Qua Abr 14, 2010 3:08 pm

Capitulo 12

PDV Joe
Sinto-me estranho. Cada vez gosto mais dela! Ontem á noite senti pela primeira vez o toque dela, senti o cheiro do cabelo dela, como cheira bem! Pude mexer-lhe no cabelo. Achei estranho que ela me deixa-se deitar-me ali a beira dela, mas também foi por cima dos cobertores. Achei ainda mais estranho que me tivesse deixado mexer no cabelo dela. Mas amei, custou-me a adormecer, estava a senti-la tão perto de mim, custou-me não lhe dizer que a amo, não a beijar, custou-me tanto. Depois ela aproxima-se ainda mais de mim, vem para o meu braço, como é óbvio não rejeito, mas ainda me senti mais estranho. Quando finalmente adormeci, sonhei com ela, sonhei que a tinha realmente. Foi uma noite difícil, mas sinto que fiz progressos com ela. Parece que confia um pouco mais em mim, não é mau. Tenho de me aproximar dela aos poucos, como disse a Filipa.
Já é de noite, estão todos a dormir, mas não tenho sono por isso vou dar uma volta a pé, para pensar um pouco. Vejo alguém a rondar a casa, acho estranho, mas faço de conta que não vejo essa pessoa, e continuo. Essa pessoa aproxima-se mais da casa, apercebo-me agora que é o Jake, será que este estúpido não percebe? Vou ter com ele e pergunto:
- Oh, o que estás aqui a fazer?
Ele olha para mim, parece que não gostou muito de me ver, responde-me:
- Estava apenas de passagem.
- Pois, a mim não foi o que pareceu. Deixa a Megan em paz, ouviste? Ela não quer voltar para ti, desiste.
- Porque estás tão preocupado com ela? Oh – Sorri, e faz um gesto parvo, parecendo uma rapariga – Tu gostas dela, não é? Que querido, o menino.
- Tu deixa-a em paz, estás a ouvir? Já a fizeste sofrer demais, deixa-a em paz…
- E se não deixar? Vais bater-me, é?
- Se for preciso, já disse que não tenho medo de ti. Desaparece daqui.
Empurro-o, ele não gosta, olha para mim com um olhar furioso, não tenho medo, se tiver que lhe bater, bato. Posso levar, mas ele também leva! Vem contra mim e caímos os dois ao chão. Ele dá-me alguns murros no meio dos que lhe vou dando, rebolamos os dois no chão, então, fico por cima dele e dou-lhe murros com toda a força que tenho, com toda a raiva que reuni depois de ter visto o que ele fez á Meg. Ele empurra-me e foge. Não vai muito bem tratado, admito. Olho para a mão direita e vejo sangue, será que é meu ou dele? Não consigo perceber. Dói-me o sobrolho, passo a mão esquerda lá, além de arder tem sangue, que começa a escorrer cara abaixo. Vou para casa ver se faço alguma coisa em relação a isto.

PDV Megan
Não tenho sono, não depois do pesadelo que tive ontem, tenho medo de fechar os olhos e ver o Jake ali, á minha frente de novo, foi horrível. Vou á cozinha beber um pouco de leite, quando abro o frigorifico, alguém entra na cozinha, assustando-me bastante. É o Joe.
- Joe! Fogo, assustaste-me. O que estás a fazer aqui a estas horas?
- Quero gelo, chegas-me um pouco de gelo?
- Gelo? Para quê? O que se passa? – Acendo a luz, que estava apagada, não precisava de luz para ir buscar leite. Assusto-me com o que vejo, tem a cara com sangue. – O que se passou Joe? Porque estás assim?
Parece atrapalhado…
- Ah… Caí…
- Caíste? Conta-me outra, se caísses não fazias uma coisa assim. Diz-me a verdade.
Ele suspira, percebo que não vou gostar muito de ouvir o que ele vai dizer.
- Fui dar uma volta lá fora, precisava de pensar, o Jake andava lá fora a rondar a casa…
- O Jake? Oh não… - Interrompo-o.
- Disse para ele sair daqui, que já não querias nada com ele, e empurrei-o, ele não gostou muito e pronto, olha, começamos a lutar os dois.
- Oh Joe, porque fizeste isso? Já viste como ficaste?
Ele sorri.
- Acredita que ele não deve ter ficado melhor do que eu.
- Sim, mas já viste isto? – Ponho a mão na testa dele, sem tocar mesmo na ferida, claro – Está feio, e querias tu gelo para isto. Oh, senta-te aí que vou tratar disso…
Faz o que digo, senta-se numa cadeira e começo por limpar a ferida, queixa-se um pouco que arde, mas tem de ser. Quando lhe estou a por um penso na ferida, com todo o cuidado para não o magoar, ele põe a sua mão por cima da minha, reagindo por impulso, dou um passo atrás. Levanta-se e aproxima-se de mim. O que será que ele quer de mim? Que estranho. Olha para mim, tem um olhar cheio de… Ternura. É diferente olhar nos olhos dele e nos do Jake. Vou contra o móvel da cozinha, não tenho mais nenhum sítio para onde fugir. Põe a sua mão na minha cara, suavemente. Aproxima-se mais de mim, de tal maneira, que sinto o calor do seu corpo. Aproxima a sua cara da minha, não sei como reagir, sinto-me a tremer. Então, ele beija-me, um beijo suave, sinto os lábios dele quentes. Sinto-me estranha, o beijo não chega a ser mais do que isto porque o afasto e digo:
- Joe, para que foi isto?
- Meg… Eu… Desculpa… - Parece atrapalhado.
- Sei que estávamos melhor um com o outro, mas não era motivo para fazeres isto.
Sinto-me quase a chorar, porque foste fazer isto Joe? Vou a sair da cozinha, não consigo olhar para ele. Agarra-me no braço.
- Deixa-me explicar Megan, por favor…
Tiro o meu braço da mão dele e digo:
- Não Joe, não quero ouvir nada. Foste estragar tudo…
Quase em lágrimas vou para o meu quarto. Os homens são todos iguais.

Espero que gostem!Obrigada a todas pelos comentarios! *-* e por lerem isto!

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/Neiazitah
catarinajj.
invisible
invisible


Feminino Número de Mensagens : 1199
Idade : 21
Localização : Between Joe's Legs.
Emprego/lazer : in their heads.
Jonas Brothers Preferido : all of them.
Data de inscrição : 07/02/2009

MensagemAssunto: Re: One day at a time...[Capitulo 30]   Qua Abr 14, 2010 6:57 pm

não tive muito tempo para ler, mas agora li todos os capitulos e adorei! Surprised

escreves tão bem, continua! parabééns Very Happy
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Pipa*Jonas*
administradora
administradora


Feminino Número de Mensagens : 2592
Idade : 23
Localização : Porto
Emprego/lazer : Facultis ahah / Pensar nos Jonas
Jonas Brothers Preferido : São os meus meninos
Data de inscrição : 13/04/2009

MensagemAssunto: Re: One day at a time...[Capitulo 30]   Qua Abr 14, 2010 9:02 pm

OMG eu estou a dever te uns comentarios ah pois estou :S
desclpa

bem bem bem o joe fez mesmo bem em ter dado uns valentes murros nos no parvalhao do Jake! mas pronto, qem vai a guerra dá e leva...

e a meg foi uma qerida e ele nao resistiu xD ainda pra mais depois de ela ter ido parara ao braço dele à noite.. opah é compreensivel, mas agr ela passou-se com o joe. é mta coisa na cabeça daqela rapariga. SE FOSSE EU REBENTAVA DE CERTEZA!

Vá continua a postar que agora e esta a ficar mta coisa a descoberto... aii mas nao qero aqela parte... tu sabes :X
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://tudoemaisalgumacoisa-pipa.blogspot.com
Rita Liane
invisible
invisible


Feminino Número de Mensagens : 1819
Idade : 21
Localização : Nicklândia
Emprego/lazer : mexer naqueles caracois lindos
Jonas Brothers Preferido : Nicholas Jerry Jonas
Data de inscrição : 15/08/2009

MensagemAssunto: Re: One day at a time...[Capitulo 30]   Qua Abr 14, 2010 9:10 pm

o Joey é fofinhooo
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://twitter.com/ritaliane
Joane Jonas
invisible
invisible


Feminino Número de Mensagens : 1773
Idade : 21
Localização : Dreamworld
Emprego/lazer : Ver skins com o Joe
Jonas Brothers Preferido : Joseph Adam Jonas
Data de inscrição : 07/11/2009

MensagemAssunto: Re: One day at a time...[Capitulo 30]   Qua Abr 14, 2010 11:26 pm

Oh fogo o Joe beijou-a por amor nao foi por maldade ele é tão querido ela não devia ter ficado zangada mas pronto percebe-se porque ela já sofreu muito ...


Estou ansiosa de ler o proximo capítulo Smile
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
C'
LA baby
LA baby


Feminino Número de Mensagens : 2047
Idade : 25
Localização : Aveiro
Emprego/lazer : Basket!
Jonas Brothers Preferido :
Data de inscrição : 27/02/2009

MensagemAssunto: Re: One day at a time...[Capitulo 30]   Qua Abr 14, 2010 11:59 pm

ahh...
O Joe a andar à porrada!! Bad boy!!! yeah!! xD
Mas foi por uma boa causa, pode ser que assim o Jake se afaste! =)
E ele beijou-a...
Hunff.. Porque é que os homens são todos uns apressados e não ouvem o que lhe dizem??
Bem que a Filipa tinha dito para ele ir com calma, mas não... Ele vai logo beijar a mocinha...
Espero que fique tudo bem!!!

ahhh... quero o proximooo!!! *.*
bjinhoo***
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://bnobodybutyourself.tumblr.com/
Neiazitah
administradora
administradora


Feminino Número de Mensagens : 971
Idade : 28
Localização : Where you are is where I wanna be...
Emprego/lazer : Pois...
Jonas Brothers Preferido : Todos são especiais para mim!!Mas o Joe mexe muito comigo!!!!
Data de inscrição : 09/09/2009

MensagemAssunto: Re: One day at a time...[Capitulo 30]   Qui Abr 15, 2010 6:03 pm

Aviso:
Spoiler:
 

Capitulo 13

Já se passaram alguns dias e ainda não percebo o porquê do Joe ter feito o que fez. Estou confusa, sinto a minha cabeça prestes a explodir com tanta coisa. Contei á Filipa que disse que o Joe deve ter feito aquilo sem querer, que não me queria magoar, mas foi o que ele fez, magoou-me. Não sei se o Joe falou com alguém sobre isto, só sei que agora vem ter comigo, e sinto-me estranha com ele ao pé de mim.
- Meg, precisamos de falar…
Não digo nada, limito-me a olhar para ele, só consigo pensar “o que queres desta vez Joe?”, ele aproxima-se mais de mim e diz:
- Precisamos de falar sobre o que se passou, sobre o beijo. Não te queria por mal, não queria que ficasses desta maneira.
- Pois, mas deixaste-me mal Joe. Deixaste-me confusa. Beijaste-me porquê? Por pena?
- Não Meg, já disse que não tenho pena. Apenas senti que havia uma ligação entre nós, entendes?
- Ligação? Mas que tipo de ligação? Deixas-me tão confusa…
- Eu… Gosto de ti Meg, nem eu sei explicar que tipo de ligação, mas desculpa se te magoei, desculpa.
Suspiro, sinto que ele está a ser sincero e também não sou má, não é?
- E se esquecêssemos o que se passou Joe?
Baixa a cabeça, sinto-o um pouco triste, não sei porquê, mas diz:
- Sim, se calhar é melhor esquecermos. Mais uma vez desculpa Megan.
Com isto ficamos um pouco melhor, apesar de eu ainda não estar muito bem, continuo bastante confusa com isto tudo.

*Dias depois*
Aviso a Denise que vou sair para ir ao supermercado da zona comprar umas coisas para fazer o jantar de hoje e saio. O caminho não é longo, por isso, decido ir a pé. De repente, sinto alguém a agarrar-me e a pôr o braço à minha volta. Assusto-me e tento soltar-me com a mão que não estava presa e vejo que é o Jake e trás uma faca consigo. O meu coração parou. Ele já me tinha batido e ameaçado mas nunca tinha aparecido com uma faca! Mas porque é que ele não desiste? Ainda não percebeu que nunca vou voltar para ele?
- Jake, por favor, deixa-me ir – digo com a voz a tremer.
- Megan, tu vens comigo. E é bom que não faças barulho!
Não consigo responder e ele continua:
- Não percebes? Devias ter voltado depois de te mandar aquelas mensagens!
Ele aponta-me a faca e obriga-me a entrar no carro dele, empurrando-me para o banco de trás. Começamos a andar e percebo logo para onde vamos… Estamos a ir para casa dele e eu tenho que fazer alguma coisa. Com a mãos a tremer agarro no telemóvel e não o tiro para fora do bolso das calças. Consigo escrever, com grande dificuldade por causa dos nervos, uma mensagem que diz “S.O.S Jake” e mando à Filipa, porque o número dela está nos favoritos, não tenho de procurar nos contactos todos. Agora só rezo para que algo resulte, para que ela perceba e me venha ajudar.

PDV Joe
Estou no meu quarto, a ver se penso em algo para fazer á Meg, algo que ela goste, pena que não me venha nada á cabeça, não consigo pensar em nada em concreto. O Nick entra no meu quarto, sem olhar para ele digo:
- Já não se bate á porta? Onde está a educação?
Quando olho para ele, percebo que não está bem. Levanto-me de onde estava, aproximo-me dele e pergunto:
- O que se passa Nick? Diz logo…
- A Meg…
Oh não, a Meg, o que será que lhe aconteceu, até tenho medo de perguntar… Ele fala, mesmo sem eu ter perguntado nada.
- A Filipa ligou-me a dizer que a Meg lhe mandou uma mensagem a dizer “S.O.S Jake”, ela acha que ele a levou para casa dele, a mãe disse que ela tinha ido ao supermercado buscar coisas para o jantar. – Fala mesmo rápido, mas consigo perceber tudo claramente – E agora Joe? A mãe está a sentir-se mal porque acha que não a devia ter deixado ir sozinha, já estou a desesperar.
- Agora? Chamamos a polícia e vamos já para casa dele Nick. Ele pode magoa-la, nem quero imaginar…
Chamamos a polícia e dirigimo-nos a casa do Jake.

PDV Meg
O Jake puxa-me para fora do carro e leva-me para dentro de casa pelos cabelos.
- Não grites, nem faças nada, ou vais te magoar ainda mais – Ameaça.
Empurra-me contra a parede, agarra-me pelos ombros com força e beija-me. Não me consigo mexer, mas não respondo ao beijo e viro-lhe a cara. O Jake não gosta, dá-me um estalo e volta a beijar-me agarrando-me com mais força. Mais uma vez não retribuo e levo outro estalo, mais forte. Sinto a bochecha a arder, devo ter ficado com a mão dele marcada na cara.
- É bom que colabores ou vai ser pior para ti! – Diz ele passando uma mão pela bochecha que ainda arde.
- Não vale a pena Jake. Pára com isto, deixa-me ir – pedi tentando soltar-me dele
Olha para mim, zangado com o que eu disse, agarra-me e leva-me escadas acima. Tento tudo para o deter mas tem mais força do que eu. Bato-lhe, dou-lhe cotoveladas, pontapés, tudo, mas continua a empurrar-me até ao quarto e tranca a porta depois de entrar. O meu coração bate nervosamente, estou terrivelmente assustada, não quero que aconteça o que estou a pensar mas não sei o que possa fazer para sair desta situação. O Jake arrasta-me até a cama e deita-se por cima de mim. Empurro-o para cima com toda a minha força mas não se move. Começo a sentir as lágrimas nos olhos e peço-lhe mais uma vez.
- Jake, por favor… - não consigo acabar a frase e ele ri-se, o que me enerva ainda mais.
Agora, só queria que alguém percebesse a minha mensagem e viesse em meu auxilio… Estou cheia de medo o que me leva a gritar por socorro, o mais alto que consigo mas o Jake dá-me um murro logo a seguir e põe a mão na minha boca, impedindo-me de berrar. O olhar dele revela fúria, muita fúria, nunca o tinha visto assim.
- Cala-te! Estou farto de te ouvir! – Ouço-o dizer enquanto sinto sangue a escorrer dos lábios.
Ele tapa-me a boca com um pano, tento resistir mas ele volta a rir-se como se tivesse prazer em me ver naquele estado, desesperada.
Vejo-o desapertar as calças dele e tirá-las deitando-se de seguida por cima de mim. Volto a dar-lhe um estalo, ele fica fulo e amarra-me as mãos à cama. Estou mesmo a chorar, desta vez não consigo reter as lágrimas. Agora que nem as mãos consigo mexer, sei que não vou conseguir detê-lo por muito mais tempo. Pergunto-me o que fiz para merecer isto e desejo que tudo acabe depressa.
O Jake volta a deitar-se por cima de mim, de boxers e toca-me na barriga, com as mãos por dentro do top que trago vestido. Olho para o tecto, não consigo olhar para a cara dele, sinto um aperto dentro de mim, um nó que não desaperta, estou a tremer. Ele ri-se baixinho, como que se estivesse a gabar do que me está a fazer e passa uma mão pelo meu peito fazendo-me derramar mais uma lágrima. Estou a ficar enjoada, tento mexer-me para que ele pare mas ele agarra-me pela cintura e começa a desapertar-me as calças. Tento impedi-lo e dou-lhe pontapés mas ele passa-se e grita:
- Megan! Não me faças ter de te amarrar também os pés!
Torno a empurrá-lo com as pernas mas ele senta-se por cima das minhas coxas deixando-me totalmente imóvel. Depois, tira-me as calças rapidamente e eu cruzo as minhas pernas, uma por cima da outra, com toda a força que consigo arranjar. Ele volta a deitar-se por cima de mim. Agarra-me nos joelhos e afasta as minhas pernas com imensa força, abrindo espaço para se deitar novamente por cima de mim. As lágrimas continuam a cair pela minha cara sem que eu as consiga controlar. Tento tirá-lo de cima de mim mas estou a ficar cansada, as minhas forças estão a esgotar-se.
Sinto as mãos dele novamente no meu tronco. Ele levanta-me o top até ao peito mas não consegue tirar-mo por eu estar amarrada. Então, tenta tirá-lo por baixo, puxando com imensa força, acabando por me magoar na anca. Ouço as costuras do tecido a começar a estalar e a rebentar mas mesmo assim ele não consegue rebentar com aquilo. Furioso, abre a gaveta da mesinha de cabeceira, agarra numa tesoura e corta-me o top todo, deixando-me apenas em soutien. Não consigo abrir os olhos, sinto-me cada vez mais enjoada e tenho um vazio a crescer no meu coração. As lágrimas são tantas que, mesmo que tentasse abrir os olhos, não iria conseguir ver nada.

Continua...

E espero que gostem, apesar de tudo *-*

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/Neiazitah
Iris
invisible
invisible


Feminino Número de Mensagens : 1515
Idade : 22
Localização : Por ai...Sinto me perdida
Emprego/lazer : Tentar ser feliz...Sonhar com aquele dia...
Jonas Brothers Preferido : Todos um pouco...
Todos tocam cá dentro mesmo muito. O Nicholas com a sua perfeição, o Kevin com o seu carinho, o Joseph com a sua boa disposiçao e o seu lindo e magnifico sorriso e claro o Frankie com a sua traquinice...Amo-os mesmo muito...Nao imagino a minha vida sem eles...<3
Data de inscrição : 02/09/2009

MensagemAssunto: Re: One day at a time...[Capitulo 30]   Qui Abr 15, 2010 6:09 pm

Aquele gajo e um parvo que nervos....
Mas gostei da maneira como descreveste tudo....
Ameis
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Rita Liane
invisible
invisible


Feminino Número de Mensagens : 1819
Idade : 21
Localização : Nicklândia
Emprego/lazer : mexer naqueles caracois lindos
Jonas Brothers Preferido : Nicholas Jerry Jonas
Data de inscrição : 15/08/2009

MensagemAssunto: Re: One day at a time...[Capitulo 30]   Qui Abr 15, 2010 9:44 pm

OHHHH GOD ELA VAI SER VIOLADA? NAO PODE
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://twitter.com/ritaliane
Joane Jonas
invisible
invisible


Feminino Número de Mensagens : 1773
Idade : 21
Localização : Dreamworld
Emprego/lazer : Ver skins com o Joe
Jonas Brothers Preferido : Joseph Adam Jonas
Data de inscrição : 07/11/2009

MensagemAssunto: Re: One day at a time...[Capitulo 30]   Dom Abr 18, 2010 6:19 pm

Rita Liane escreveu:
OHHHH GOD ELA VAI SER VIOLADA? NAO PODE
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
C'
LA baby
LA baby


Feminino Número de Mensagens : 2047
Idade : 25
Localização : Aveiro
Emprego/lazer : Basket!
Jonas Brothers Preferido :
Data de inscrição : 27/02/2009

MensagemAssunto: Re: One day at a time...[Capitulo 30]   Seg Abr 19, 2010 2:10 am

Ahhhh...
ainda cheguei antes do proximo!!
Desculpa, querida...não deu mesmo para passar antes! =S

Menss, eu espero mesmo que eles cheguem a tempo!
Mesmo porco, camelo... grrrrrr...
Quero o proxiiimoooo!!!
Posta mais, sim??
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://bnobodybutyourself.tumblr.com/
Neiazitah
administradora
administradora


Feminino Número de Mensagens : 971
Idade : 28
Localização : Where you are is where I wanna be...
Emprego/lazer : Pois...
Jonas Brothers Preferido : Todos são especiais para mim!!Mas o Joe mexe muito comigo!!!!
Data de inscrição : 09/09/2009

MensagemAssunto: Re: One day at a time...[Capitulo 30]   Seg Abr 19, 2010 5:00 pm

Capitulo 14

PDV Joe
Chego com o meu irmão a casa do Jake e a polícia já lá está. Mas não fazem nada, estão só para ali a falar sobre não sei o quê. Estou a ficar realmente nervoso, vou ter com um deles, que parece ser o que manda e digo:
- Então? Não fazem nada? Ele pode… Pode estar a magoa-la, por favor vão lá…
- Tenha calma, por favor, temos primeiro de nos organizar para o caso de… De algo correr mal…
Interrompo-o:
- Correr mal? Correr mal como?
- Caso o suspeito resista, por exemplo.
Calamo-nos um pouco, conseguimos ouvir alguns berros da Meg vindos da casa, aí não aguento mais e digo:
- Se vocês não vão lá, vou eu, não consigo ficar aqui sem fazer nada. Ele pode fazer-lhe muito mal, vocês não sabem do que ele é capaz.
O polícia olha para mim, olha para os colegas e diz:
- Bem, vamos avançar, se o suspeito resistir façam o que for preciso, tudo o que for preciso, para proteger a vítima, ok?
Acenam todos com a cabeça e aproximam-se da casa…

PDV Megan
- És minha Meg! Sempre foste e sempre serás! – Diz ele, com uma voz nojenta
Não consigo reagir, estou desolada, sem forças. Ele apalpa-me o peito com força. Magoa-me mas não me importo. Já quase não sinto nada, desejo morrer naquele momento. Sei que nunca irei sobreviver a isto. Toca-me ainda mais, ri-se alto como se estivesse a divertir-se à grande, beija-me o peito e diz-me ao ouvido:
- Porta-te bem Meg, dá-me tudo o que quero. – Estremeço ao ouvir aquela voz e tento novamente mexer-me e resistir mas ele nem sequer dá sinal de se importar. Volta a deitar-se por cima de mim, acho que desta vez já não tem boxers vestidos e eu tento preparar-me para o pior. Desta vez estou enojada, com nojo dele, completamente a tremer e tudo o que quero é deixar esta vida horrível e cruel. Sinto as suas mãos nas minhas cuecas e mais lágrimas caiem pelo meu rosto. Tento novamente fechar as minhas pernas a todo o custo e ele dá-me dois pares de estalos e baixa-me as cuecas, furioso, arranhando-me as coxas.
Ouço um estrondo que parece vir da sala. Devo ser eu que estou a imaginar tudo devido ao desespero. Estou vazia, horrorizada e simplesmente acabada. Ouço vozes, o Jake levanta-se, sentando-se de novo nas minhas coxas, e diz-me baixinho, como se estivesse com medo.
- Não faças barulho ou é pior!
Percebi então que não estava a imaginar os ruídos. Estava mesmo alguém em casa e esta era a minha última hipótese. Mexi-me o mais que pude, dei pontapés com todas as forças que consegui arranjar. O Jake sai da cama e tenta vestir-se enquanto alguém tenta arrombar a fechadura do lado de lá da porta. Ouço um grande alvoroço e a porta a abrir. Tenho medo de abrir os olhos, estou cheia de vergonha e tenho medo de ter imaginado tudo e não haver ninguém a ajudar-me.
- QUIETO! POLÍCIA! – Afirma um homem
Respirei fundo, de alívio. Ia mesmo sair daquela situação e o Jake ia ter o que merecia.
Por entre as lágrimas, vi o Jake a ser algemado por um polícia e uma senhora, policia também, veio até à beira da cama e disse, com uma voz calma
- És a Megan, certo? Não te preocupes querida, vai ficar tudo bem...
Entretanto, o Jake parece que não desiste e ela vai ajudar o colega a levar o Jake. Eu fico ali, uns segundos, sozinha, a chorar até que ouço passos apressados nas escadas e duas vozes que identifico logo.
-MEGAN! MEG! – Dizem o Nick e o Joe em coro.
Não consigo abrir os olhos, eles vão ver-me neste estado, estou a tremer por todos os lados, envergonhada, desesperada.
Apercebo-me que eles os dois entram no quarto onde estou. Estão ambos incrédulos, em choque, não sabem o que fazer ou dizer, principalmente o Nick. Lentamente, aproximam-se de mim e eu volto a fechar os olhos. Não sou capaz de olhar para eles agora. Eles desamarram-me o mais rápido que conseguem.
- Desculpa Meg, desculpa não ter estado contigo – diz-me o Joe enquanto me levanta da cama.
Tento vestir-me rapidamente. Olho para o Joe, não aguento, abraço-o e imploro:
- Tira-me daqui Joe, por favor, tira-me daqui…
Tudo o que quero é sair daqui o mais rápido que conseguir. O Joe olha para o chão e vê o meu top desfeito, tira o casaco dele e dá-mo a mim para eu o vestir. O Nick não consegue reagir, está de lágrimas nos olhos. Ainda agarrada ao Joe saio daquela casa, leva-me para o carro, ajuda-me a sentar e pergunta:
- Queres ir ao hospital Meg?
Encolho os ombros, não quero saber, se me quiser levar que leve, senão que me leve para casa. Olha para mim, todo querido, e diz:
- Vou avisar a polícia que te levo ao hospital, pode ser?
Aceno com a cabeça. Ele fecha a porta do carro, diz algo ao Nick, vão ter com um polícia, dizem-lhe algo. O tal polícia acena com a cabeça e diz algo também aos dois. Passam por um carro da polícia que tem a porta aberta. Um outro polícia está a falar com alguém lá dentro, um colega passa a beira dele e falam os dois deixando a porta aberta. É então que o Nick faz algo que nunca o tinha visto fazer, nem nunca pensei vê-lo fazer. Olha para quem está lá dentro, aproxima-se e espeta um valente murro nessa pessoa, que percebo agora, é o Jake. O Joe, só tem tempo de o puxar para si, o agarrar pelos braços e trazê-lo para o carro. Entram os dois, o Nick para o lugar do condutor, o Joe para o banco de trás, á minha beira. Ainda estou toda a tremer, estou tão parva com isto tudo…
Estamos agora a caminho de casa, no hospital trataram as feridas todas que tinha, o Joe não saiu da minha beira, nem por um segundo. Tenho que lhe agradecer por isso, tem sido um querido. A polícia apareceu e fez todas as perguntas que havia de fazer, não me saiu nada mais do que sins e nãos da boca, não porque não queria responder, mas porque não conseguia dizer mais nada, não me queria lembrar do que se passou, não quero lembrar-me nunca mais, mas sei que vai ser o que vai acontecer, dia após dia isto vem tudo á memória, vai ser cada vez pior. Já em casa, a Denise mal me vê, naquele estado, com o casaco do Joe, só com soutien por baixo, diz enquanto me abraça:
- Oh querida, desculpa… Desculpa por não ter ido contigo…
Porque é que toda a gente pede desculpa? Ninguém tem culpa de nada, só o… O porco do Jake. Mais uma vez não me sai nada da boca, parece que de repente fiquei sem voz. Uma lágrima começa a correr voluntariamente. Sem falar, apenas mexendo os lábios peço desculpa a todos e vou para o meu quarto, não me apetece falar com ninguém, não me apetece ver os olhares de pena deles. Tomo banho, parece que ainda sinto o cheiro dele em mim, só de pensar nisso sinto-me enjoada de novo. Sinto nojo de mim própria. Visto uma roupa qualquer, a que me vem á mão e deito-me na cama. Fico a olhar para o vazio talvez uma hora, ou mais, não sei. Batem á porta, não respondo, com a esperança de que quem quer que seja se vá embora. Não vai, é o Joe:
- Meg, posso falar contigo?
Não respondo, nem olho para ele. Ele foi um querido, mas agora só queria ficar sozinha. Senta-se á minha beira e diz:
- Desculpa não ter estado contigo quando devia, desculpa… Foi horrível o que aconteceu, desculpa.
- Joe, por favor, parem com as desculpas, ninguém teve culpa de nada, porque insistem em pedir desculpa? Não percebem que ainda me põem pior?
- Desc… - Não acaba o que ia dizer – Ah, queres falar? Queres que te faça companhia?
Estou farta destas coisas, agora não preciso de nada, será que ele não entende?
- Joe, agora só quero ficar sozinha, pode ser?
- Mas…
- Joe, por favor, sai… Deixa-me sozinha.
Parece ficar triste, bastante triste até, mas desta vez não digo nada, deixo-o sair. Passado um bocado vem a Filipa, abraça-se a mim, não diz nada, apenas me abraça, o que me faz chorar. Faz-me companhia, não diz nada, não é preciso, é o que estava a precisar, que ninguém dissesse nada, que apenas mostrassem que estão comigo, apenas isso. Adormeço a beira dela.

Bem, apesar de tudo, espero que gostem Smile

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/Neiazitah
Pipa*Jonas*
administradora
administradora


Feminino Número de Mensagens : 2592
Idade : 23
Localização : Porto
Emprego/lazer : Facultis ahah / Pensar nos Jonas
Jonas Brothers Preferido : São os meus meninos
Data de inscrição : 13/04/2009

MensagemAssunto: Re: One day at a time...[Capitulo 30]   Seg Abr 19, 2010 11:03 pm

Ora bem cá vou eu comentar estes dois capitulos de uma vez....:

1º Odeio tanto tanto tanto tanto o PORCO DO JAKE --' nunca mais morre esse!
2º Estes caps deixam-me mesmo mal. nem ela nem ninguem merecessem tal coisa!
3º Eu odeio -me por.... tu sabes... nao acho q esteja bem aqilo... wtv
4º Continua a postar e responde as sms pf

OUPA MENINAS TOCA A ACOMPANHAR A HISTORIA! VAMOS LA!

BJINHOOOO*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://tudoemaisalgumacoisa-pipa.blogspot.com
Rita Liane
invisible
invisible


Feminino Número de Mensagens : 1819
Idade : 21
Localização : Nicklândia
Emprego/lazer : mexer naqueles caracois lindos
Jonas Brothers Preferido : Nicholas Jerry Jonas
Data de inscrição : 15/08/2009

MensagemAssunto: Re: One day at a time...[Capitulo 30]   Ter Abr 20, 2010 1:03 am

epa esse Jake é mesmo estupido devia mesmo de morrer!
epa o Joe foi mesmo fofinho
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://twitter.com/ritaliane
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: One day at a time...[Capitulo 30]   Hoje à(s) 8:41 am

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
One day at a time...[Capitulo 30]
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 3 de 7Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Remember The Time - Momentos marcantes na vida de um Rei
» Diários de um vampiro,Onde tudo pode Acontecer! (Ultimo Capitulo Postado!!!)
» Time Of Our Live & What Makes You Beautiful - Big Time Rush/One Direction Mash-Up
» O Sedutor - 2º Capitulo ON
» Unisonic

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Jonas Brothers Oficial Street Team Portuguesa :: Multimédia :: FanFics-
Ir para: