Jonas Brothers Oficial Street Team Portuguesa
Bem-vindo!
Junta-te a nós ou faz o teu login!



 
InícioPortalFAQRegistrar-seLogin

Compartilhe | 
 

 One day at a time...[Capitulo 30]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte
AutorMensagem
BrunaJonas
so won't you fly with me?
so won't you fly with me?


Feminino Número de Mensagens : 240
Idade : 19
Localização : Pinhal Novo
Emprego/lazer : Estudante
Jonas Brothers Preferido : Todos
Data de inscrição : 06/12/2009

MensagemAssunto: Re: One day at a time...[Capitulo 30]   Qui Mar 18, 2010 1:36 pm

Joane Jonas escreveu:
Gosto tanto !
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://david-archuleta.forumeiros.com/forum.htm
Pipa*Jonas*
administradora
administradora


Feminino Número de Mensagens : 2592
Idade : 23
Localização : Porto
Emprego/lazer : Facultis ahah / Pensar nos Jonas
Jonas Brothers Preferido : São os meus meninos
Data de inscrição : 13/04/2009

MensagemAssunto: Re: One day at a time...[Capitulo 30]   Seg Mar 22, 2010 11:04 pm

Opa eu gosto tanto, mas tanto, mas tanto (...) mas tanto desta fic que tu nem imaginas! a historia é brutal, linda, dificil, mas linda WOW.

E para que conste... eu ODEIO mesmo o Jake..
A serio, estás melhor com as fics, é a minha opiniao! continua a postar que isto tem MUITO PARA DAR!

Vai correr bem! (whtv... ja ouvi isto em algum lado...)


bjo

P.S.- prometo q faço comments maiores assim q a fic avançar, ok? *_*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://tudoemaisalgumacoisa-pipa.blogspot.com
Neiazitah
administradora
administradora


Feminino Número de Mensagens : 971
Idade : 28
Localização : Where you are is where I wanna be...
Emprego/lazer : Pois...
Jonas Brothers Preferido : Todos são especiais para mim!!Mas o Joe mexe muito comigo!!!!
Data de inscrição : 09/09/2009

MensagemAssunto: Re: One day at a time...[Capitulo 30]   Ter Mar 23, 2010 6:27 pm

Capitulo 4

*Dias depois*
Vou agora para casa do Jake, já não tenho medo como tinha, até vou confiante. Não sei. A conversa com a Filipa fez-me bem até! Faz sempre! Mal cheguei, foi o mais meigo possível comigo, até exagerou. Estava na cozinha a ver o k havia para fazer o jantar, ouço o meu telemóvel tocar, vou á sala, que foi lá que ficou, e vejo o Jake com ele na mão, com um ar muito sério. Tento agarrar o telemóvel, mas ele não deixa.
- Deixa-me atender, quem é Jake?
- Isso diz-me tu. Quem é o Nick? O que ele quer?
- O Nick? É um dos meus patrões Jake. O que ele quer, não sei, não me deixas atender.
Tento de novo agarrar o telemóvel para atender, ele não deixa. Agarra-me num braço, levanta-se até ficar junto a mim, ele é mais alto que eu, por isso tenho de olhar para cima para o ver. O telemóvel deixa de tocar. Olha para mim com aquele olhar do outro dia, deixa o telemóvel cair e diz enquanto me agarra o braço com muita força, tanta força que a minha mão está a ficar vermelha:
- Voltas a receber chamadas de outros homens no teu telemóvel e juro que te desfaço, estás a ouvir?
- Jake… Estás a magoar-me…
Mantendo a mão no meu braço que cada vez me dói mais, põe a outra que tinha livre na minha cara e magoa-me também aí.
- Ouviste bem o que eu disse?
Resolvo enfrentá-lo:
- Larga-me – Com a mão que tenho livre tiro a mão dele da minha cara – Não tive culpa que ele me tivesse ligado, é meu patrão tem o direito de o fazer se precisar de algo. Além disso, não tens nada a ver com quem me liga ou deixa de ligar. Eu é que sei da minha vida.
Pelo olhar que ele me faz quando acabo de dizer isto, percebi que devia ter ficado calada. Dá-me um estalo e diz:
- Não voltas a falar para mim dessa maneira, ouviste? Tenho a ver com quem te liga sim, és minha namorada tenho todo o direito de saber. E não quero que nenhum homem te ligue, estás a ouvir?
Outro estalo? Não, desta vez não me vou ficar, já chega. Empurro-o e digo:
- Voltas a bater-me e acaba tudo, estás a ouvir? Não sou nenhum brinquedo Jake.
Dá-me um murro, mesmo em cheio na cara, tento fugir, um estalo é uma coisa, mas um murro já se torna mais perigoso, mas ele consegue agarrar-me, sinto qualquer coisa bater-me por trás, bato com a cabeça no móvel da sala e perco os sentidos, não me lembro de mais nada...

*Horas depois*
Acordo, ainda meia atordoada. Olho em volta, ainda estou em casa do Jake. Dói-me a cara e a cabeça, não sei o que se passou a seguir a ter desmaiado, e também não estou interessada em saber, se ele me continuou a bater, pelo menos não senti. A Filipa tinha mesmo razão, nunca pensei que o Jake fosse assim, violento, sempre foi tão querido comigo. Vejo-o abrir a porta do quarto, vem ter comigo, abraça-me e diz:
- Não voltes a enervar-me daquela maneira, por favor, não gosto de te bater. Desculpa, por favor.
Não digo nada, não me apetece mesmo nada falar com ele. Só digo:
- Vou á casa de banho…
Tenho de ver a minha figura no espelho. Quando olho, desato a chorar, não me reconheço, ele bateu-me assim tanto? Tenho um olho inchado e todo negro, os lábios arrebentados, a cara vermelha e ainda com sangue, que limpo o máximo que posso com água fria. Não posso trabalhar assim, vou ter de ligar á Denise a explicar, mas o que digo? Saio da casa de banho e digo ao Jake:
- Podes dar-me o meu telemóvel para ligar á minha patroa a dizer que não posso ir trabalhar?
Fica a olhar para mim, está a pensar se o faz ou não.
- Vá lá Jake, não quero perder este trabalho. E não posso ir trabalhar da maneira que estou.
- O que lhe vais dizer?
- Vou dizer que estou doente, não sei.
Vai á sala e trás o telemóvel. Tenho mensagens da Filipa a perguntar por mim. Não respondo, concentro-me em ligar á Denise:
- Estou?
- Denise?
- Sim, quem fala?
- É a Megan!
- Ah, desculpa querida! Diz lá…
- Hoje não vou poder ir trabalhar, aliás, não sei se vou poder ir trabalhar nos próximos 3 dias. Estou doente.
- Oh, o que se passa? Realmente a tua voz não me parece bem não.
O Jake olha para mim, está a seguir-me com os olhos como um predador olha a sua presa antes de a caçar. Fecho os olhos, para não ter de o ver.
- Não sei, deve ser um desses vírus que andam por aí. Não faz mal, pois não?
- Não querida, não te preocupes. Vê se ficas boa sim?
- Sim Denise, obrigada!
Desligo a chamada, o Jake pega no telemóvel e diz:
- Linda menina!

OBRIGADA mais uma vez pelos comentarios!!! *-* espero que gostem Very Happy

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/Neiazitah
Joane Jonas
invisible
invisible


Feminino Número de Mensagens : 1773
Idade : 21
Localização : Dreamworld
Emprego/lazer : Ver skins com o Joe
Jonas Brothers Preferido : Joseph Adam Jonas
Data de inscrição : 07/11/2009

MensagemAssunto: Re: One day at a time...[Capitulo 30]   Ter Mar 23, 2010 7:55 pm

Esse Jake é mesmo um parvalhão !



Estou ansiosa de ler o próximo @
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Rita Liane
invisible
invisible


Feminino Número de Mensagens : 1819
Idade : 21
Localização : Nicklândia
Emprego/lazer : mexer naqueles caracois lindos
Jonas Brothers Preferido : Nicholas Jerry Jonas
Data de inscrição : 15/08/2009

MensagemAssunto: Re: One day at a time...[Capitulo 30]   Ter Mar 23, 2010 9:29 pm

ele devia de morrer
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://twitter.com/ritaliane
Iris
invisible
invisible


Feminino Número de Mensagens : 1515
Idade : 22
Localização : Por ai...Sinto me perdida
Emprego/lazer : Tentar ser feliz...Sonhar com aquele dia...
Jonas Brothers Preferido : Todos um pouco...
Todos tocam cá dentro mesmo muito. O Nicholas com a sua perfeição, o Kevin com o seu carinho, o Joseph com a sua boa disposiçao e o seu lindo e magnifico sorriso e claro o Frankie com a sua traquinice...Amo-os mesmo muito...Nao imagino a minha vida sem eles...<3
Data de inscrição : 02/09/2009

MensagemAssunto: Re: One day at a time...[Capitulo 30]   Ter Mar 23, 2010 11:35 pm

Joane Jonas escreveu:
Esse Jake é mesmo um parvalhão !



Estou ansiosa de ler o próximo @
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Neiazitah
administradora
administradora


Feminino Número de Mensagens : 971
Idade : 28
Localização : Where you are is where I wanna be...
Emprego/lazer : Pois...
Jonas Brothers Preferido : Todos são especiais para mim!!Mas o Joe mexe muito comigo!!!!
Data de inscrição : 09/09/2009

MensagemAssunto: Re: One day at a time...[Capitulo 30]   Qui Mar 25, 2010 12:43 am

Capitulo 5

PDV Joe
Estávamos a tomar o pequeno-almoço, que a outra incompetente não preparou porque resolveu não aparecer, quando a mãe recebe uma chamada, parece ser ela. A Filipa está a tomar o pequeno-almoço connosco, o Nick convidou-a para ir sair e ela lá veio! A Mãe desliga a chamada e diz:
- A Megan não vem trabalhar por uns dias, está doente. Coitada, parecia mesmo mal ao telemóvel.
No silêncio que estava só se ouve a Filipa dizer:
- Oh não!
Olhamos todos para ela, fica atrapalhada mas diz:
- Ah… Coitada, ela nunca fica doente, e quando fica é mesmo mau, para não vir trabalhar.
Hum… Não fiquei convencido com esta resposta, há algo mais, mas também não quero saber. A mãe também não parece convencida e diz:
- Joe, vais ver como ela está?
Entalo-me com o que estava a comer:
- O quê? Porquê eu? O Nick que vá…
- O Nick não pode e a Filipa também não, o Kevin também vai sair, tu és o único que vai ficar em casa…
- Pois, mas vou sair – Tento escapar-me – E não sei onde ela mora, por isso.
- A Filipa sabe e diz-te. Vais filho? Por favor, estou preocupada, ela não parecia nada bem.
Fico sem saber o que fazer, estão todos a olhar para mim. Tinha de ser logo eu? Que raiva, aquela rapariga só me trás problemas.
- Está bem – Digo contrariado.

PDV Megan
Batem á porta, mas não vou abrir logo. Batem de novo, o Jake diz:
- Megan! Vai abrir a porta, deve ser um amigo meu.
“Sim, sua excelência”, é o que penso. Vou abrir, quando abro e vejo quem é, fico parva.
- Joe? O que estás aqui a fazer?
Ele olha para mim, feito parvo, o que me irrita, tudo nele me irrita.
- O que foi? Nunca viste? O que estás a aqui a fazer? Além de burro és surdo? Joe?
- Ah… A minha mãe estava preocupada e pediu-me para ver como estavas.
- E porque não veio o Nick ou isso? Porque vieste tu?
- A minha mãe obrigou-me.
- Ah, claro… Tens de ser sempre obrigado a tudo.
- O que se passou contigo?
- Comigo? Nada, bati com a cabeça no móvel, caí. Sou muito distraída. Não quis aparecer assim em tua casa, parecia mal.
- Hum… Tens a certeza que foi só isso?
Ouço o Jake a vir para cá e digo:
- Joe, vai embora, por favor. Foi só isso, caí, a sério. Agora vai embora…
- Porquê?
- Joe, vai embora… Por favor…
Olho para ele como que a implorar para ir embora. Ele não vai, o Jake aparece e pergunta:
- O que queres? Quem és tu?
- Sou… Um amigo da Megan, ela ligou para a minha mãe a dizer que estava doente, ela ficou preocupada e pediu-me para vir ver como ela estava.
- Já viste, não viste? Agora vai embora.
O Joe olha para mim, baixo o olhar, não consigo olhar para ele agora, não consigo enfrentá-lo, acho que ele já percebeu, não é nada burro.
- Megan? Ficas bem?
Olho para ele, não digo nada, com o olhar digo-lhe para se ir embora, ele percebe e vai. Ainda olha para trás, como se hesitasse, como se quisesse ainda dizer algo, mas entra no carro e vai embora. Entramos para dentro, o Jake faz de novo aquele olhar, mas não me bate, apenas diz:
- Ele que volte a aparecer aqui que tu vês, ouviste?
Não digo nada, viro costas. Agarra-me no braço e pergunta:
- Ouviste ou não?
- Deixa-me, nem sei porque veio aqui, está sempre a chamar-me incompetente, não gosta de mim nem eu dele. Pára com esses ciúmes estúpidos.
Ele levanta a mão para me dar um estalo, mas alguém bate á porta, parece ser o amigo dele, salva no último minuto! Ele só me diz:
- Vê se preparas alguma coisa para nós comermos que tenho fome.
Apetece-me tanto… Matá-lo neste momento. Se tivesse para onde ir juro que não estava aqui, não estava mesmo! Mas… Ainda gosto dele. O que faço?

Desculpem por ser pequeno o capitulo, mas espero que gostem *-*

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/Neiazitah
Iris
invisible
invisible


Feminino Número de Mensagens : 1515
Idade : 22
Localização : Por ai...Sinto me perdida
Emprego/lazer : Tentar ser feliz...Sonhar com aquele dia...
Jonas Brothers Preferido : Todos um pouco...
Todos tocam cá dentro mesmo muito. O Nicholas com a sua perfeição, o Kevin com o seu carinho, o Joseph com a sua boa disposiçao e o seu lindo e magnifico sorriso e claro o Frankie com a sua traquinice...Amo-os mesmo muito...Nao imagino a minha vida sem eles...<3
Data de inscrição : 02/09/2009

MensagemAssunto: Re: One day at a time...[Capitulo 30]   Qui Mar 25, 2010 12:47 am

QUE CABRAO.
Livra-te dele rapido...
Eu nunca deixaria que alguem me fizesse isso
O joe tbm podia te la levado
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Joane Jonas
invisible
invisible


Feminino Número de Mensagens : 1773
Idade : 21
Localização : Dreamworld
Emprego/lazer : Ver skins com o Joe
Jonas Brothers Preferido : Joseph Adam Jonas
Data de inscrição : 07/11/2009

MensagemAssunto: Re: One day at a time...[Capitulo 30]   Qui Mar 25, 2010 11:34 pm

AI QUE RAIVA MEU, ELE É MESMO ESTUPIDO.


O Joe tem de fazer alguma coisa ...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Neiazitah
administradora
administradora


Feminino Número de Mensagens : 971
Idade : 28
Localização : Where you are is where I wanna be...
Emprego/lazer : Pois...
Jonas Brothers Preferido : Todos são especiais para mim!!Mas o Joe mexe muito comigo!!!!
Data de inscrição : 09/09/2009

MensagemAssunto: Re: One day at a time...[Capitulo 30]   Sex Mar 26, 2010 10:52 pm

Capitulo 6

*Dias depois*
Finalmente vou sair deste inferno para ir trabalhar. Limpo os quartos, primeiro o do Nick, onde estão ele e a Filipa:
- Posso entrar?
- Sim!
Entro e digo:
- Peço desculpa aos pombinhos mas tenho de limpar que isto deve estar tudo sujo, como se costuma dizer, “Patrão fora, dia santo na loja”, não é?
A Filipa ri-se e vem ter comigo. Abraça-me e diz:
- Como estás amiga?
- Bem! Porque havia de estar mal?
- Eu não sou burra sabes… Mal a Denise recebeu aquele telefonema percebi o que se tinha passado, e depois o Joe veio falar comigo, todo preocupado, nunca o tinha visto assim, percebi que o que pensei era verdade.
Boa, boa, boa, era só o que me faltava, o Joe tinha de contar.
- Só te contou a ti?
- Só Meg. O que se passou? Conta-me…
Olho para o Nick, como quem diz, “não vou contar á frente dele”, mas ela diz:
- Ele já sabe, não ia esconder isto dele.
O Nick aproxima-se de nós e diz:
- Sim! Ias esconder uma coisa destas de mim Meg? Então? Olha, podes contar comigo para o que precisares ok? Não vais voltar a casa dele pois não?
Baixo o olhar, eu… Apesar de tudo ainda o amo. Sei que sou parva por causa disto, mas não o consigo evitar.
- Não sei Nick, eu gosto dele.
Olha para mim com um ar incrédulo, de quem não está a perceber muito bem.
- O quê? Estás a falar a sério?
- Sim, naqueles momentos que ele me bate, só sinto ódio, mas depois olho para ele, depois de tudo passar e sinto que o amo. Sinto que ele pode mudar.
- Estás parva Meg? – Diz a Filipa – Isso não é verdade, ele não vai mudar.
- Deixem-me estar com a minha vida, sim? Por favor… Entendo a vossa preocupação mas por favor, deixem-me estar.
Limpo o quarto, em silêncio, e vou ao do Joe. Ele está lá, por isso bato á porta, ele diz para entrar. É o que faço, pergunto com a maior das educações se posso limpar. Ele olha para mim, só penso “já vai começar, lá vai ele resmungar comigo.”, mas não, diz-me para estar á vontade. Ok, que estranho, não me mandou uma boca, não implicou comigo, nada. Limpo o quarto, faço o que tenho de fazer, quando vou a sair o Joe chama-me:
- Megan?
Olho para trás, pronto, vai agora implicar comigo.
- Diz…
- Ah… - Olha para o lado, como que, á procura de alguma coisa – Esqueceste-te de limpar ali… És sempre a mesma coisa…
Parece um pouco embaraçado, mas lá está ele a implicar. Faço uns ruídos, a resmungar, vou lá, limpo, olho para ele e pergunto:
- Está melhor assim? Sua excelência…
- Sim, agora está… Obrigada!
Obrigada? Ok, que rapaz tão estranho.
No dia a seguir, ouço uma conversa entre o Nick e o Joe. Parece que o Joe acabou com a Camilla. Ainda bem, não gostava nada dela, assim como ela não gostava de mim. Mas agora lá vai ele andar mal disposto, a tratar-me ainda pior que antes, tal como aconteceu com a outra. Enfim, nada que eu já não esteja habituada. Não consegui perceber o porque de terem acabado, mas acho que ele já não gostava dela, achava-a muito superficial, não sei. Vejo o Joe ir para o quarto e ouço-o chamar-me como o costume:
- MEGAN!
Lá vou eu, socorrer o menino. Entro no quarto.
- Diz…
- Preciso de falar contigo…
ESTRANHO!!!
- O que queres? Não posso estar aqui á conversa muito tempo…
- Ah… Queria perguntar-te se… Se…
- Se… O quê? Desenvolve!
- Se estás melhor.
- Melhor do quê?
- Daquilo do outro dia.
Ah, então era isto. Que bom, ainda bem que me lembraste disso.
- Sim, estou melhor. E queria pedir-te para esqueceres isso, ok? Não foi nada de mais.
- Nada de mais? Viste como estavas?
- Vi como estava, mas não é nada contigo Joe, não te metas. Nunca gostaste de mim, porque estás agora com estas coisas?
- Nunca gostei de ti, mas pelo menos nunca te bati, não sou cobarde a esse ponto. Ele não gosta de ti Megan, senão não te batia.
- Mas também me tratas mal. E não digas que não gosta de mim, não o conheces.
- Se ele gostasse mesmo de ti, não o fazia…
- Não é nada contigo Joe. Esquece, ok? Esquece o que viste por favor. Não preciso da tua pena, nem da pena de ninguém. Agora, desculpa, mas vou ter de continuar o meu trabalho…
Saio do quarto, ainda ouço ele dizer:
- Mas…
Fecho a porta, não me apetece falar nisto, nem me apetece lembrar do que se passou. Ele viu-me daquela maneira, detesto pensar nisso. Agora vai andar por aí com pena de mim, detesto isso, detesto a pena. Não preciso. Já me chega o Nick e a Filipa, parece que andam sempre cheios de pena, odeio isso, e já lhes disse. Eles bem dizem que não é pena, é preocupação, amizade, mas a mim mais parece pena.

Mais um Smile espero que gostem *-*

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/Neiazitah
Joane Jonas
invisible
invisible


Feminino Número de Mensagens : 1773
Idade : 21
Localização : Dreamworld
Emprego/lazer : Ver skins com o Joe
Jonas Brothers Preferido : Joseph Adam Jonas
Data de inscrição : 07/11/2009

MensagemAssunto: Re: One day at a time...[Capitulo 30]   Sex Mar 26, 2010 11:44 pm

O Joe até tentou ser fofinho
mas.. ela está cega por causa do amor *.*


Estou ansiosa pelo proximo Smile
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Iris
invisible
invisible


Feminino Número de Mensagens : 1515
Idade : 22
Localização : Por ai...Sinto me perdida
Emprego/lazer : Tentar ser feliz...Sonhar com aquele dia...
Jonas Brothers Preferido : Todos um pouco...
Todos tocam cá dentro mesmo muito. O Nicholas com a sua perfeição, o Kevin com o seu carinho, o Joseph com a sua boa disposiçao e o seu lindo e magnifico sorriso e claro o Frankie com a sua traquinice...Amo-os mesmo muito...Nao imagino a minha vida sem eles...<3
Data de inscrição : 02/09/2009

MensagemAssunto: Re: One day at a time...[Capitulo 30]   Sab Mar 27, 2010 12:28 am

Ele foi mesmo fofo...
Meu deus
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Rita Liane
invisible
invisible


Feminino Número de Mensagens : 1819
Idade : 21
Localização : Nicklândia
Emprego/lazer : mexer naqueles caracois lindos
Jonas Brothers Preferido : Nicholas Jerry Jonas
Data de inscrição : 15/08/2009

MensagemAssunto: Re: One day at a time...[Capitulo 30]   Sab Mar 27, 2010 7:03 pm

O Nick e o Joe são super fofinhos, agora o outro estúpido é que não !
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://twitter.com/ritaliane
Neiazitah
administradora
administradora


Feminino Número de Mensagens : 971
Idade : 28
Localização : Where you are is where I wanna be...
Emprego/lazer : Pois...
Jonas Brothers Preferido : Todos são especiais para mim!!Mas o Joe mexe muito comigo!!!!
Data de inscrição : 09/09/2009

MensagemAssunto: Re: One day at a time...[Capitulo 30]   Seg Mar 29, 2010 4:54 pm

Capitulo 7

Ok, sei que sou uma parva, mas estou outra vez em casa do Jake. Não consigo evitar, gosto dele. Talvez algum dia me consiga desligar dele, mas para já não consigo. Até tem andado calminho ele, estou a gostar!

*Dias depois*
O Jake volta a falar em sexo outra vez, disse que não, que não quero, que não estou preparada, principalmente agora. Ele insiste, tal como da outra vez, quando o rejeito a segunda vez. Um estalo, com outro de seguida, empurra-me, vou contra o móvel, desta vez não bato com a cabeça, mas caem umas fotos ao chão e partem, tento fugir enquanto digo:
- Por favor Jake, pára com isto, por favor.
Ele vem atrás de mim na mesma, parece que gosta do que está a fazer, que tem prazer em vir atrás de mim e me bater. Consegue agarrar-me, e volta a bater-me. Batem á porta, quem será agora? Para me tentar safar, fujo de novo e vou abrir a porta, fico espantada com quem vejo. O Joe, de novo, aqui? Vou a dizer para ele se ir embora quando sinto o Jake puxar-me pelos cabelos, fecha a porta e diz:
- Voltas a abrir a porta sem a minha autorização, nem sei o que te faço rapariga.
Abre a porta de novo e diz:
- Tu outra vez? O que queres?
Ouço o Joe responder:
- Vim falar com a Megan e ver como ela está, mas já vi que não está bem por isso vou levá-la comigo!
- Vais levá-la contigo? E se eu não deixar?
- Quer deixes ou não, eu vou levá-la, ela não está bem, não a vou deixar aqui com uma pessoa como tu.
- O que queres dizer com isso?
- Entende o que quiseres, mas vou levá-la.
Vejo o Joe tentar entrar em casa, mas o Jake impede-o e empurra-o para fora.
Estou com tanto medo, tremo por todos os lados, juro! O Joe quer levar-me com ele? O Jake nunca vai deixar, nunca! Enquanto penso nisto e tento limpar o sangue dos lábios ouço o Jake chamar-me. Vou á porta, onde eles estão e o Jake pergunta:
- Tu queres ir com ele Meg?
Olha para mim com cara de mau, como se me ameaçasse. Não respondo, estão os dois a olhar para mim, mas não respondo, tenho medo de responder, claro que quero ir com o Joe, aprendi a lição, não quero estar aqui, mas tenho medo que, se o disser o Jake faça mal ao Joe também, ele não tem culpa. Olho para o Joe e desvio o olhar de novo. Mas ainda digo:
- Joe, vai embora, eu estou bem, a sério, por favor, vai embora.
- Parece que não quer ir contigo, oh, que pena…
O Joe olha para ele, de seguida olha para mim e diz:
- Não, não te vou deixar aqui. Desculpa, mas desta vez vais comigo.
Sei que ele está a fazer isto com boas intenções, mas ainda vai arranjar problemas para mim, não quero.
- Por favor, vai embora. Não me arranjes problemas Joe. Vai embora.
Ele agarra-me na mão e diz:
- Tu vens comigo.
O Jake empurra-o de novo, e empurra-me a mim para dentro de casa.
- Não a vais levar, ela é minha, não a leves, senão…
- Senão o quê? Bates-me? Não te tenho medo, agora, deixa-a vir senão chamo a polícia.
O Jake não diz nada, nunca gostou da policia, antes prefere envolver-se numa luta ou isso, do que a policia. O Joe entra em casa, agarra-me na mão, com força, como se tivesse medo que eu me perdesse, mete-me no carro e arrancamos. Durante o caminho todo nenhum de nós diz uma palavra até chegarmos a casa. Saio do carro, ainda em silêncio e vou em direcção ao meu quarto, sinceramente não me apetece mesmo falar com ninguém. Fecho a porta do quarto, sento-me na cama, encostada á parede, agarrada a uma almofada, e choro. Não aguentava mais, não queria chorar á frente do Joe. Estou confusa, nunca pensei que o Jake fosse assim, ele antes era tão querido. Batem á porta, não respondo, mas quem está do outro lado abre a porta na mesma. É o Joe. Limpo as lágrimas que ainda passeiam na minha cara e não olho para ele, fico na minha. Ele senta-se na cama, á minha beira, não diz nada, apenas me faz companhia. Quando sente que estou a chorar de novo, chega-se mais á minha beira, abraça-me e diz:
- Vai ficar tudo bem Meg!
Este abraço ainda me põe mais a chorar, é a primeira vez que o Joe faz uma coisa destas, não entendo, ainda fico mais confusa. Mas não interrompo o abraço, deixo-me estar, estava a precisar. Passado um bocado digo:
- Não vai ficar tudo bem Joe, ele vai continuar com isto, não vai desistir.
- Não te preocupes, eu não deixo que te faça mal!
Não deixas que me faça mal? Porque me estás a dizer estas coisas?
- Não estou a perceber, antes tratavas-me tão mal, agora estas com estas coisas porquê? É pena? Já disse que pena não preciso Joe. Pena é o pior sentimento que existe, não quero que ninguém tenha pena de mim.
Ele olha para mim, triste, já não sei o que pensar, não sei se é mesmo preocupação ou se é pena.
- Não tenho pena Megan, só estou preocupado. Não gosto de ver alguém que conheço sofrer desta maneira.
Pára com isto Joe, estás a deixar-me tão confusa. Não quero que tenhas pena de mim nem nada que se pareça. Fico apenas a olhar para ele. Ele continua a falar:
- Olha, se não confias em mim, nem achas que me preocupo mesmo contigo então apoia-te no Nick, não é ele o teu melhor amigo? Então pronto… Mas com o tempo vou provar que me preocupo a sério contigo e que só te quero ajudar. Estás com muita coisa quente na cabeça, acho que deves descansar. Viver um dia de cada vez. Vais ver que vais mudar de opinião, vais ver que tudo vai mudar, vais ficar bem! Acredita no que te digo, não te vou deixar chegar ao fundo do poço, nunca!
Ok, não estava a contar que ele me dissesse uma coisa destas. Ele tem razão, e talvez esteja mesmo preocupado comigo, mas com ele não consigo pensar assim. Não consigo pensar que não é pena, ele sempre foi… Diferente comigo, é estranho vê-lo assim e não pensar desta maneira. O Joe, passado um bocado diz:
- Bem, vou andando. Espero que penses bem no que te disse. Fica bem!
Antes de ele sair, ainda o chamo:
- Joe?
- Sim…
- Obrigada! – Sorrio.
Ele sorri também e fecha a porta, deixando-me sozinha. Tinha de lhe agradecer, ele talvez me tenha salvo a vida, não sei! Mas ele até foi um querido! Acabo por adormecer...

Obrigada a todas pelos comentarios! Tem sido umas queridas por lerem isto e comentarem *-* espero que gostem!!!

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/Neiazitah
Rita Liane
invisible
invisible


Feminino Número de Mensagens : 1819
Idade : 21
Localização : Nicklândia
Emprego/lazer : mexer naqueles caracois lindos
Jonas Brothers Preferido : Nicholas Jerry Jonas
Data de inscrição : 15/08/2009

MensagemAssunto: Re: One day at a time...[Capitulo 30]   Seg Mar 29, 2010 7:28 pm

opa está tao giro! epa o Joe é mesmo o salvador da pátria ou neste caso o salvador da Meg
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://twitter.com/ritaliane
Iris
invisible
invisible


Feminino Número de Mensagens : 1515
Idade : 22
Localização : Por ai...Sinto me perdida
Emprego/lazer : Tentar ser feliz...Sonhar com aquele dia...
Jonas Brothers Preferido : Todos um pouco...
Todos tocam cá dentro mesmo muito. O Nicholas com a sua perfeição, o Kevin com o seu carinho, o Joseph com a sua boa disposiçao e o seu lindo e magnifico sorriso e claro o Frankie com a sua traquinice...Amo-os mesmo muito...Nao imagino a minha vida sem eles...<3
Data de inscrição : 02/09/2009

MensagemAssunto: Re: One day at a time...[Capitulo 30]   Seg Mar 29, 2010 8:17 pm

Rita Liane escreveu:
opa está tao giro! epa o Joe é mesmo o salvador da pátria ou neste caso o salvador da Meg
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Joane Jonas
invisible
invisible


Feminino Número de Mensagens : 1773
Idade : 21
Localização : Dreamworld
Emprego/lazer : Ver skins com o Joe
Jonas Brothers Preferido : Joseph Adam Jonas
Data de inscrição : 07/11/2009

MensagemAssunto: Re: One day at a time...[Capitulo 30]   Seg Mar 29, 2010 10:16 pm

Rita Liane escreveu:
opa está tao giro! epa o Joe é mesmo o salvador da pátria ou neste caso o salvador da Meg



Mesmo...


Estou ansiosa de ler o próximo Smile
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Neiazitah
administradora
administradora


Feminino Número de Mensagens : 971
Idade : 28
Localização : Where you are is where I wanna be...
Emprego/lazer : Pois...
Jonas Brothers Preferido : Todos são especiais para mim!!Mas o Joe mexe muito comigo!!!!
Data de inscrição : 09/09/2009

MensagemAssunto: Re: One day at a time...[Capitulo 30]   Ter Mar 30, 2010 6:53 pm

Capitulo 8

*Horas Depois*
Acordo com o Nick a chamar por mim, baixinho. Acordo, ainda meia tonta.
- Que horas são?
- São 22 horas.
- Oh, dormi demais, nem fiz o jantar nem nada. Oh, o que a tua mãe vai dizer?
Tento levantar-me da cama, o Nick faz sinal para me deixar estar.
- Disse á minha mãe que não te estavas a sentir muito bem e ela fez o jantar, não te preocupes, sim? Estas bem?
- Mais ou menos! Podia estar melhor, não é?
- O meu irmão contou tudo. Foi ele mesmo que te trouxe para aqui?
- Sim. Acredita, as coisas estavam tão mal, se não fosse ele acho que não estava a falar para ti agora.
- Ele disse que continuas a duvidar dele.
- Sim. Nick, tu vias como ele me tratava, achas que é fácil para mim pensar que ele estava a ser verdadeiro?
- Eu conheço o meu irmão e acredita que mentiroso ele não é Meg, se ele diz que está preocupado é porque está mesmo.
- Não sei Nick. Preciso de pensar em tudo. A minha cabeça neste momento está a mil á hora, não consigo digerir isto tudo.
Abraça-me e diz:
- Sabes que estou aqui para tudo o que precisares, não sabes Meg?
Sorrio, sempre foi tão querido o Nick, tão diferente do Joe.
- Ah, é verdade, a Filipa está ali fora e quer falar contigo! Vou sair e deixar-vos às duas sim?
Aceno com a cabeça, ele dá-me um beijo na cara e sai, deixando a Filipa entrar. Ela mal me vê abraça-me. Desato a chorar, sei que ela deve querer dizer “eu bem te avisei”, mas também sei que ela não o vai fazer porque sabe que isso ia piorar a situação. Ela interrompe o abraço, olha-me nos olhos e pergunta:
- Estás bem amiga? Estava tão preocupada.
- Sim, não te preocupes a sério, agora estou bem! Não tens de ficar preocupada sim?
- Tu tens noção de como eu adoro o Joe neste momento por ter feito o que fez? És a minha melhor amiga, não ia aguentar se te acontecesse alguma coisa. Ninguém merece passar pelo que estás a passar.
Baixo a cabeça… Ela põe a mão na minha cara para voltar a olhar para ela.
- Sei que é difícil, mas tu e o Jake… Já acabou certo?
Uma lágrima cai do meu rosto, lágrima que me apresso a limpar, e digo:
- Sim. Acabou. Mas parece que ele não percebeu, já me mandou mensagens a dizer que me ama, que me quer de volta, a dizer que mudou…
Não me deixa acabar de falar:
- Mas não vais cair nessa de novo pois não Meg? Olha para mim, não vais pois não?
Custa-me dizer isto, mas vou mesmo ter de dizer, não sou nenhum brinquedo.
- Não vou cair, não Filipa. Já aprendi a lição.
Sinto que ela fica mais relaxada com a minha resposta. Ela abraça-me de novo, respira fundo e diz:
- Sabes que podes contar comigo para tudo, não sabes? Nem que seja para dar um murro ao Jake! - Sorri.
Sorrio também, faz-me bem falar com ela. Conversamos mais um pouco e deixa-me a dormir.

*Dias Depois*
O Jake continua a insistir. Sempre a mandar mensagens, estou a sentir-me tão pressionada. O Joe já tentou falar comigo de novo, mas não quero falar com ele, pelo menos para já não, estou demasiado magoada com tudo para ter paciência para as coisas dele. Recebo outra mensagem do Jake quando estava a fazer o jantar. Diz assim “Não voltas para mim a bem, voltas para mim a mal! Sabes aquele teu amiguinho? O príncipe encantado que veio salvar a princesa em apuros? Se não voltares para mim, o príncipe encantado… Puff… Desaparece… Sabes bem que sou capaz disso, não sabes? Espero resposta…” Deixo cair o telemóvel ao ler isto, ainda não acredito que ele foi capaz de me mandar uma coisa destas. Que parvo! Apanho o telemóvel, leio de novo a mensagem. Estou assustada, será que era capaz de fazer uma coisa destas ao Joe? Não, não pode. Mas… Sim, ele era capaz, não quero que aconteça nada de mal ao Joe, ele apenas me tentou ajudar, não, não posso deixar. Nem que para isso tenha de voltar, mas não posso deixar o Joe… Não posso deixar que nada lhe aconteça. Na minha cabeça penso num plano para que ninguém perceba o que vou fazer e continuo com o jantar, normalmente, tento sorrir, tento parecer bem! Eles não estão, foram em concerto já há algum tempo, apenas tive de disfarçar para a Denise, o Sr. Paul e o Frankie, o que foi fácil. Eles voltam hoje dos concertos, foi o que percebi que a Filipa disse. Escrevo um bilhete para eles que penso deixar na porta do frigorífico porque sei que quando eles chegam dos concertos vêm sempre comer algo. Escrevo algo assim, com as lágrimas a correrem no meu rosto “Esta talvez seja uma carta de despedida, não sei. Mas caso seja, quero agradecer-vos por tudo. Têm sido uns amigos que nem há palavras! Obrigado pelo esforço em me manter segura! Esta é uma carta de demissão também, não vos quero dar mais problemas, mais dores de cabeça, ficam assim livres de responsabilidades. Vou voltar para o Jake, sim, vou! Ele… Ele disse que magoava o Joe se eu não o fizesse, não ia conseguir viver com isso, nunca! Prefiro morrer a ver isso acontecer. Se for isso que tem de acontecer, que seja. Nick, obrigada por tudo, tens sido um excelente amigo, um óptimo ouvinte dos meus problemas, obrigada! Kevin, és um pouco reservado comigo, mas sei que lá no fundo gostas de mim, não é? Obrigada também por teres sido sempre um querido! Agradeçam aos vossos pais por tudo que fizeram por mim também! Filipa, sem palavras! És a minha melhor amiga, a ti tenho de agradecer o que sou, obrigada! E finalmente: Joe! Olha, desculpa se não começamos bem, desculpa, nunca te quis causar problemas. Obrigada por me teres ajudado naquele dia. A ti devo a vida, e aqui está a prova, não é? Apesar de tudo eu… Pronto, admito, gosto de ti, como amigo, és um querido! Mas não tenhas pena de mim, sim? Não venham atrás de mim, pode ser pior, por favor. Estão no meu coração todos! Adoro-vos”
Esta última parte foi a que mais me custou a escrever, estou a tremer, não por causa de voltar para o Jake e provavelmente levar uma carga de porrada mal chegue lá, mas porque nunca mais vou ver as únicas pessoas que realmente gostaram de mim! Deixo o bilhete na porta do frigorífico e saio de casa, sem olhar para trás e vou a pé numa caminhada que talvez demore umas 3 horas, não sei. É de noite, não vejo muito bem vou demorar mais...

Espero que gostem ai ai *-*

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/Neiazitah
Iris
invisible
invisible


Feminino Número de Mensagens : 1515
Idade : 22
Localização : Por ai...Sinto me perdida
Emprego/lazer : Tentar ser feliz...Sonhar com aquele dia...
Jonas Brothers Preferido : Todos um pouco...
Todos tocam cá dentro mesmo muito. O Nicholas com a sua perfeição, o Kevin com o seu carinho, o Joseph com a sua boa disposiçao e o seu lindo e magnifico sorriso e claro o Frankie com a sua traquinice...Amo-os mesmo muito...Nao imagino a minha vida sem eles...<3
Data de inscrição : 02/09/2009

MensagemAssunto: Re: One day at a time...[Capitulo 30]   Ter Mar 30, 2010 8:02 pm

OMG
Que estupido aquele anormal.
Mais posta mais
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Rita Liane
invisible
invisible


Feminino Número de Mensagens : 1819
Idade : 21
Localização : Nicklândia
Emprego/lazer : mexer naqueles caracois lindos
Jonas Brothers Preferido : Nicholas Jerry Jonas
Data de inscrição : 15/08/2009

MensagemAssunto: Re: One day at a time...[Capitulo 30]   Ter Mar 30, 2010 9:55 pm

opa ele é muita burra se for para a casa do Jake! eu mudava de cidade
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://twitter.com/ritaliane
Joane Jonas
invisible
invisible


Feminino Número de Mensagens : 1773
Idade : 21
Localização : Dreamworld
Emprego/lazer : Ver skins com o Joe
Jonas Brothers Preferido : Joseph Adam Jonas
Data de inscrição : 07/11/2009

MensagemAssunto: Re: One day at a time...[Capitulo 30]   Ter Mar 30, 2010 10:42 pm

opa, adorei .


Estou ansiosa pelo próximo, espero bem que demore pouco Razz
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Neiazitah
administradora
administradora


Feminino Número de Mensagens : 971
Idade : 28
Localização : Where you are is where I wanna be...
Emprego/lazer : Pois...
Jonas Brothers Preferido : Todos são especiais para mim!!Mas o Joe mexe muito comigo!!!!
Data de inscrição : 09/09/2009

MensagemAssunto: Re: One day at a time...[Capitulo 30]   Qua Mar 31, 2010 5:55 pm

Capitulo 9

PDV Joe
Chegamos a casa, finalmente! Vou directo para o meu quarto, por causa disto da Megan não tenho dormido muito bem, estou confuso, penso nela de uma maneira estranha para mim. Será que…
- Nick! Joe! Venham cá! Rápido!
É o Kevin, o que será que ele quer? Vou a correr até á cozinha que foi onde ele ficou, o Nick já lá está a ler um papel, o pai e a mãe também vêm cá abaixo, estão de pijama, já estavam a dormir! O Nick olha para o Kevin, de lágrimas nos olhos e pergunta:
- Onde encontraste isto?
- Aqui, na porta do frigorífico! E agora? Ela diz para não irmos atrás dela.
Não estou a perceber nada desta conversa, no meio do que eles estão a dizer pergunto, bem alto:
- Mas afinal o que se está a passar?
O Nick olha para mim e entrega-me o bilhete, enquanto continua a falar com o Kevin, e a ligar á Filipa. Leio o bilhete, é da Megan. Mal acabo de ler só consigo dizer:
- Não! Não! Não! Isto não pode ser verdade. Não pode. Ela está a fazer isto por minha causa?
Sinto lágrimas a cair, já não consigo fazer-me de forte em relação a isto. O Nick entende o porquê de eu estar assim e diz:
- Não te preocupes mano, tudo vai correr bem!
- MAS AFINAL O QUE SE ESTÁ A PASSAR AQUI? Quem é que está a fazer o quê por tua causa?
Diz a mãe chateada por não saber o que se está a passar. Contamos-lhe tudo, ela fica parva a olhar para nós:
- Mas porque é que vocês nunca me contaram isto? Têm noção da gravidade que isto é, e o que pode acontecer agora á rapariga? Como é que eu nunca me apercebi disto? Como? Ela às vezes bem aparecia com umas nódoas negras mas nunca pensei que… Temos de ir atrás dela.
- Sim! Temos de nos arranjar de qualquer maneira, dividimo-nos e vamos procura-la. Eu vou com o Joe, o pai com o Kevin e a mãe fica aqui para o caso de ela voltar. A Filipa já vem para aqui!
Mal o Nick acaba de falar fazemos exactamente o que ele diz! Sou eu que vou a conduzir, neste momento devo ir a mais de 120km/h fora da localidade, onde só é permitido andar a 90km/h, espero que não apareça a polícia, não tenho tempo para isso! Ainda me lembro do caminho para lá, se ela anda a pé deve estar já quase a chegar, tenho de andar mais rápido. O Nick de repente diz-me:
- Joe, abranda! Acho que já a vi, olha!
Aponta para a beira da estrada, sim, realmente parece ela. Abrando até chegar a ela e paro!

PDV Megan
Estou a chegar a casa do Jake, por estúpido que pareça, não sinto medo, pelo contrário, até estou calma! Mas… Vou ter tantas saudades deles todos. Até do Joe, mas tenho de ser forte, tenho de fazer isto! Ouço um carro aproximar-se de mim, espero que não seja o do Jake, não me apetece vê-lo, ainda. Olho para trás, não, é um carro bastante caro para ser o do Jake. Para ao meu lado, agora vejo quem é. O Nick e o Joe! Eles vieram atrás de mim mesmo quando disse para não o fazerem! São tão teimosos. Vejo o Joe sair do lado do condutor, vem na minha direcção, pára quando está mesmo perto de mim. Põe-me as mãos nos ombros, dá-me um abanão, leve, mas um abanão e diz:
- O que estavas a pensar fazer, ah? O quê?
Ao olhar nos olhos dele e aperceber-me que ele está mesmo preocupado desato a chorar, não consigo falar. Baixo o olhar, não consigo olhar para ele, nem para o Nick que entretanto sai do carro e vem á nossa beira. Ainda com as mãos nos meus ombros continua:
- Olha para mim, isto foi tudo por minha causa?
Faço o que me pede e olho para ele, aceno que sim com a cabeça. Ele desvia o olhar do meu, tem lágrimas nos olhos, dá para ver que sim, graças aos faróis do carro. Olhando para mim de novo:
- És uma parva, sabias? Deixaste-me tão preocupado. Nunca mais faças isto. Não tenho medo dele, também não tens de ter, estás segura connosco, ouviste?
- Já vos estou a trazer muitos problemas, não quero que sofram por minha causa. – Consigo ainda dizer.
- Não nos trazes problemas nenhuns. Preocupamo-nos porque gostamos de ti. Não nos pregues mais uma partida destas, ouviste?
- Eu sei bem do que ele é capaz. O melhor que tenho a fazer agora é voltar, assim não vos faço sofrer mais. O problema é meu Joe!
- Não, a partir do momento que entras nas nossas vidas o problema também é nosso. E se fores vais fazer-nos sofrer Meg. Apercebi-me que era um parvo contigo. Não tenho pena de ti como tu dizes e já te disse isso. Mas se não acreditas em mim estou disposto a provar o contrário, só não quero que vás e cometas o maior erro da tua vida!
- Joe… É difícil acreditar no que dizes, sei que sou parva mas é.
O Nick, que esteve sempre a ouvir tudo finalmente fala:
- Se não te acreditas no meu irmão, pelo menos acredita em mim. Estamos preocupados contigo, gostamos demasiado de ti para te deixar ir e ter ver sofrer, entendes? Neste momento até o meu pai e o Kevin andam á tua procura, preocupados. Agora, por favor, vem connosco.
Olho para os dois, sei que têm razão, mas tenho medo do que o Jake possa fazer! O Nick estende a sua mão para mim, para eu entrar com eles no carro. Respiro fundo, fecho os olhos e dou-lhe a mão. Espero não estar a cometer nenhum erro. Pelo caminho vamos todos calados, principalmente o Joe, não consigo perceber mesmo o que lhe vai naquela cabeça. O Nick pelo caminho liga aos pais a dizer que já me estão a levar para casa. Quando chegamos a primeira pessoa que vejo é a Filipa que vem logo ter comigo e me abraça.
- Meg, não acredito que ias fazer o que ias fazer. Não penses mais em fazer uma coisa dessas, ouviste? És importante para mim, por favor não me assustes desta maneira.
Não consigo dizer nada, sei que tem razão, mas eu não queria que acontecesse nada de mal ao Joe por minha causa ainda por cima. A única coisa que sai da minha boca é um “Desculpa” muito baixinho! O Kevin, pela primeira vez vem ter comigo e abraça-me.
- Sabes, tinhas razão na carta que escreveste, gosto de ti sim Meg!
Diz-me isto ao ouvido, que querido! O Sr. Paul também se aproxima de mim, pega nas minhas mãos, sempre reservado, e diz:
- Sabes, agora vai correr tudo bem, vais ver! Vai correr tudo bem! – Sorri, o que me faz sorrir também.
A Denise fica apenas a olhar para mim, não está com boa cara, está com um ar… Abatido, parece preocupada, não sei. Mas até tenho um pouco de medo do que ela possa dizer.
- Ah… Podem ir todos descansar, foi uma noite cansativa… - Diz ela para todos, também com um ar cansado. Aproveito também para ir porque quero ficar sozinha, mas a Denise diz:
- Tu não querida, quero falar contigo!
Oh, o que será que ela tem para falar comigo? Até tenho medo. Diz-me para me sentar no sofá, senta-se a minha beira, põe a mão na minha, sente-me a tremer e diz:
-Oh, estás mesmo mal, vou fazer um chocolate quente para as duas, pode ser? – Sorri enquanto passa a mão na minha cara.
Aceno com a cabeça, não posso negar uma coisa destas, não é? Espero um pouco e vem logo com duas canecas uma para mim outra para ela, claro. Senta-se e começa:
- Vou logo directa ao assunto. Porque não me contaste logo o que estavas a passar? Podia ter-te ajudado…
- Eu… Não contei porque… Não queria estar a chatear com as minhas coisas, já tem tanto em que pensar.
Põe a mão dela na minha de novo, olha-me nos olhos.
- Querida, não chateavas nada. Para mim és como uma filha. Agora, saber o que sofreste sem me dizeres nada, é como se tivesse falhado, mesmo não sendo tua mãe mesmo.
- Oh Denise, não falhou em nada. Tem sido uma querida comigo, nem tenho palavras, mas senti que tinha de lidar com isto sozinha, até os seus filhos descobrirem…
- Pois, e vou ter uma conversa com eles por causa disto… Deviam ter dito.
- Não os condene por isso, foi eu que pedi para não contarem. E ainda bem que o Joe não contou o que viu no outro dia… - Digo isto para mim, tipo um pensamento, mas devo ter dito muito alto porque ela pergunta:
- O que é que ele viu? Quando o mandei ir ver como estavas?
- Sim, e não só nesse dia. Viu coisas que não devia ter visto, não só pelo que foi, mas por ter sido ele a ver!
- O que ele viu? Diz-me querida…
Conto-lhe o que se passou, fica com lágrimas nos olhos, bastante espantada.
- O meu filho fez isso? Agora percebo o porquê de teres dito aquilo na carta. Olha, agradeço-te muito por teres feito isso por ele, mas não tinhas de o fazer, não se salva uma vida com outra, sabes disso, não sabes? Não vai acontecer nada ao Joe, não te preocupes querida!
Ficamos a falar a noite toda, ela disse que eu podia ficar a morar ali, aceitei, porque não tenho mais nenhum sítio para ir, para já, e disse que não tinha de ser mais empregada deles. Insisti em continuar porque o trabalho me distrai bastante, ela concordou! Sinto como se a Denise fosse a minha verdadeira mãe! Nem tenho palavras, acabei por adormecer com a cabeça no colo dela.

Hope you like it Wink

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/Neiazitah
Rita njk
before the storm
before the storm


Feminino Número de Mensagens : 548
Idade : 19
Localização : Qualquer sitio por ai.. =D
Emprego/lazer : Estudante
Jonas Brothers Preferido : Como é que se pode escolher uma de tres pesoas perfeitas?!? xD
Data de inscrição : 31/12/2008

MensagemAssunto: Re: One day at a time...[Capitulo 30]   Qua Mar 31, 2010 6:26 pm

Comecei a ler agr a tua fic e WOW estou mesmo sem palavras!!
O que tu escreves parece tao real que em algumas partes ate chorei... xD

Opah nao me lembro de mais nada pra dizer por isso.. Continua!! Smile
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.twitter.com/RitaGalo
Joane Jonas
invisible
invisible


Feminino Número de Mensagens : 1773
Idade : 21
Localização : Dreamworld
Emprego/lazer : Ver skins com o Joe
Jonas Brothers Preferido : Joseph Adam Jonas
Data de inscrição : 07/11/2009

MensagemAssunto: Re: One day at a time...[Capitulo 30]   Qua Mar 31, 2010 8:57 pm

Gostei imensoooo, cada vez gosto mais desta fic.


Fico a espera do próximo Very Happy
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Pipa*Jonas*
administradora
administradora


Feminino Número de Mensagens : 2592
Idade : 23
Localização : Porto
Emprego/lazer : Facultis ahah / Pensar nos Jonas
Jonas Brothers Preferido : São os meus meninos
Data de inscrição : 13/04/2009

MensagemAssunto: Re: One day at a time...[Capitulo 30]   Qua Mar 31, 2010 9:07 pm

bem em primeiro lugar desclpa por nao ter andado por aqi... enfim nao th parado um segundo. Olha ja t disse isto milhentas vezes mas pronto...

EU ADORO MESMO MUITO ESTA FIC
A HISTORIA E PERFEITA
AS PERSONAGENS, TUDO!

e eu sei o q vai acntecer a seguir, ja tou mto avançada desta x mas cm as meninas daqi n sabem eu n me posso esticar.

O JJ foi um qerido awwwwwwwwwwwwwww *______*
e agora? :c a meg vai voltar OMG??!

hahaha o joe foi busca la ! YEY


CONTINUA A POSTAR
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://tudoemaisalgumacoisa-pipa.blogspot.com
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: One day at a time...[Capitulo 30]   Hoje à(s) 5:22 am

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
One day at a time...[Capitulo 30]
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 2 de 7Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Remember The Time - Momentos marcantes na vida de um Rei
» Diários de um vampiro,Onde tudo pode Acontecer! (Ultimo Capitulo Postado!!!)
» Time Of Our Live & What Makes You Beautiful - Big Time Rush/One Direction Mash-Up
» O Sedutor - 2º Capitulo ON
» Unisonic

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Jonas Brothers Oficial Street Team Portuguesa :: Multimédia :: FanFics-
Ir para: