Jonas Brothers Oficial Street Team Portuguesa
Bem-vindo!
Junta-te a nós ou faz o teu login!



 
InícioPortalFAQRegistrar-seLogin

Compartilhe | 
 

 A culpa no passado {Concurso One'shot- Fevereiro}

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Sand_Jonas
i'm your biggest fan
i'm your biggest fan


Feminino Número de Mensagens : 5859
Idade : 23
Localização : Casa
Emprego/lazer : Ouvir jonas brothers
Jonas Brothers Preferido : Nick Jonas, the perfect boy ever!
Data de inscrição : 08/09/2008

MensagemAssunto: A culpa no passado {Concurso One'shot- Fevereiro}   Ter Fev 09, 2010 11:31 pm

Spoiler:
 

A culpa no passado


A noite cai, mais um dia riscado deste mês de Agosto de 2010, e com ela trás o silêncio. Tanto silêncio que me provoca um medo sufocante. Nesta minha casa que comprei para me puder fechar, nem um único respirar soa, apenas, o meu ofegante. É com a noite que o medo que tenho de estar sozinha ataca. Todas estas paredes desnudas são como painéis, onde histórias intermináveis de todo o passado são projectadas. História, essas, constituídas por imagens mais vivas que a própria realidade que me rodeia.
Desço a longa escadaria, em direcção à sala que, apenas, possui um sofá no seu centro. Todas as imagens que as paredes me projectem, perseguem-me com o objectivo de massacrar mais a minha alma manchada pelo passado. Mesmo assim, não consigo desviar o meu olhar para pôr termo àquelas imagens.
Deito-me no sofá, tapando-me com o pequeno manto esfarrapado. Fecho os olhos, na esperança de conseguir descansar pelo menos uma noite durante estes 7 anos infernais e solitários. Deixo de ver imagens e passo ouvir vozes tão minhas conhecidas. Mãe, pai e irmã, a minha única família que desapareceu de um momento para o outro. Lágrimas geladas e contínuas escorrem no meu rosto que há muito perdera a expressão. Tapo os ouvidos e respiro fundo. São, apenas, ilusões e nada mais. Um dia irão acabar.
De olhos fechados, ouvidos tapados, mergulho sobre um manto negro.
Deixo-me levar pela luz que cintila no fundo deste túnel interminável. Túnel de pedras geladas que congela o meu corpo mal habituado a tanto frio. Percorrido todo aquele túnel quase sem fim, um calor embate contra o meu corpo, arrepiando-o. Sinto-me cansada e confusa. Observo todo o meu redor e encontro-me na rua diante da minha casa. As ruas estão concorridas por crianças a brincarem, pessoas a falarem. Uma alegria que nunca mais vira desde que…
“Molly! Tem cuidado que ainda te magoas.”- Ouvi uma voz feminina. Tal voz não me é estranha. Será que… Não pode ser, é impossível. A vontade que fosse a voz da minha mãe, começou a iludir-me. Mas… Molly é, aliás, era minha irmã. Lembrei-me com um aperto no coração. Já são ilusões a mais.
“Bom tarde, Charlotte.”- Mas… Supostamente, ninguém fala comigo. Como é que… Pensava, eu, que seria uma voz imaginária, quando, senti uma mão pousar sobre o meu ombro, suavemente. Viro-me e fico petrificada. Mas… é o Nick!
“Nick? És mesmo tu?”- Disse abraçando com uma força incrível que nunca pensei que ainda possuísse.
“Charlotte, podes-me largar? Eu não estou a conseguir respirar muito bem.”- Soltei-o de imediato e olhei-o com uma lágrima quase a querer cair.
“Desculpa! Há quanto tempo!”- Disse, ainda, observando-o. Com o intuito de matar saudades de todos os pormenores do seu rosto. Ele fora e, ainda, é o meu maior e único amor. Foramos sempre amigos e até mais do que isso até àquele dia… em que ele partira. Ele fora o primeiro e único rapaz que pude ter a oportunidade de namorar.
“Charlotte, estás bem? Ainda, ontem tu me viste. Deixa-me ver se tens febre.”- Disse, pondo a sua delicada mão na minha testa, verificando a minha temperatura.
“Eu estou bem.”- Disse, afastando a sua mão. – “Como é que nos vimos ontem? Há anos que não nos vemos!”
“Definitivamente, não estás bem. É melhor voltares para casa.”- Casa… Desde que os meus pais morreram, a minha suposta casa tornou-se na minha própria prisão.
“Mas que dia é hoje?”- Perguntei, cada vez mais confusa.
“19 de Agosto de 2003.”
“O que? É, aliás, foi hoje que…”- Isto só pode ser um sonho, mas é tão real…
“Charlotte! O que é que se passa?”- Gritou o Nick, mas não lhe respondi. Abstrai-me, por completo, nos meus pensamentos. Será que o meu sonho concretizou-se? Será que eu voltei atrás no tempo para poder mudar o que aconteceu neste dia. Para impedir a morte da minha família? Isto é como uma luz ao fundo túnel igual à que me levou até aqui. Só pode ser o destino, melhor, a sorte. A vontade de os puder salvar, fez com que eu começasse a correr em direcção à casa que estava diante de mim, a minha casa. Cheguei ao jardim e a Molly andava de bicicleta de um lado para o outro.
“Olha para mim, Charlotte. Já consigo andar na bicicleta sem rodinhas!”- Disse a minha pequena irmã, de 6 anos.
“Muito bem, Molly. Onde é que está a mãe?”- Perguntei-lhe, aflita e a sentir o tempo a voar.
“Está na cozinha.”- Dirigi-me para a cozinha e o relógio de parede indicava, precisamente, 19 horas da tarde.
“Mãe! Nós temos que sair daqui e dormir noutro lugar!”- Disse, em desespero.
“O que é que se passa contigo, Charlotte? Tiveste mais um dos teus sonhos? Se foi, são, apenas, sonhos e não se vão realizar. Descansa!”
“Não, mãe! Tu não estás a perceber. Temos que sair desta casa. Vai acontecer um desastre, a sério!”
“Oh filha, tu deixaste levar demasiado pelos teus sonhos.”
“Não! Vocês vão morrer, eu sei, e a culpa vai ser toda minha!”
“Charlotte! Eu tenho que te levar a um psicólogo, definitivamente.”
“Mas, mãe… Eu não estou a mentir!
“Charlotte! Pára com isso! Agora vai, por favor, ao supermercado comprar-me o que estiver nesta lista porque eu preciso para fazer o bolo de chocolate.” - Baixei a minha cabeça. Sabia que nada o que dissesse à minha mãe, iria a mudar de ideias. Sem o meu pai em casa, por agora, nada podia ser feito. Quando fosse o jantar às 19:30, conseguiria convencer o meu pai a sair daqui. Fui, então, para o supermercado, com esperança de conseguir voltar antes das 20 horas.
Corri o mais depressa que pude e felizmente o supermercado não estava cheio, como era esperado. Enquanto procurava por cada ingrediente que a minha mãe indicara na lista, o meu coração batia tão veloz quase querendo saltar do meu peito. Olhei para o meu relógio e este já marcava 19:40. Fiquei completamente apavorada. Mas como é que é possível que o tempo tenha passado tão depressa, assim sem mais nem menos?
Dirigi-me rapidamente para a caixa e a espera levou 10 minutos, piorando o meu estado. Faltavam, agora, 10 minutos para a hora do fim de tudo. Da minha vida, da deles e da existência do meu redor. Corri, com os dois sacos pesadíssimos, impossibilitando que a minha velocidade aumentasse. Lágrimas escorriam pelo meu rosto, ao ver que as horas não paravam de correr e correr, elas, sim, não descansavam um segundo que fosse.
Comecei a avistar a casa sossegada, tal como, a noite que a presenciava. Corri mais e mais depressa, mas as minhas pernas diminuíam cada vez mais a sua velocidade. As lágrimas não tinham fim à vista, tal como o percurso que ainda faltava para a casa.
De repente, um estrondo soou e dela resultou a pior imagem que eu mais temia. Uma explosão enorme que arrasava aos poucos toda a casa. Gritos fizeram-se ouvir, em meu redor, de todos os vizinhos. Fiquei completamente traumatizada, novamente, deixando cair os sacos. Estava tudo a repetir-se.
“Não!”- Gritei em plenos pulmões e desatei a correr em direcção à explosão. Eu não podia deixar a minha família ali.
“Charlotte! Charlotte! Charlotte! Por favor, acorda!”- Ouvi uma voz a chamar por mim. Acordei sobressaltada e de rosto lavado em lágrimas. Apetece-me cometer uma loucura para ter o mesmo destino que eles tiveram: a morte. Mas, em vez disso, abracei aquele vulto que estava ao meu lado com toda a força que tinha.
Tudo não passara de um sonho. Porque é que não podia ser real? Podia ser a possibilidade que alguém me tinha dado para mudar tudo, mas não. Só mais uma recordação que o meu cérebro submeteu-me.
“Charlotte, tem calma. Está tudo bem. Eu estou aqui contigo.”- Mas que voz tão suave e conhecida…
“Nick… Mas como é que estás aqui? Porquê? Agora, sim, depois de muitos anos.”- Perguntei, confusa e, ainda, perdida naquele sonho tão real.
“Estou aqui porque não consigo continuar a minha vida, sem saber de ti. Desde que aconteceu aquele acidente e a minha partida de Nashville que tudo mudou. Fartei da minha vida sem sentido, sem ti. Tive que vir para aqui. Eu sabia que tu estavas aqui, eu tinha este pressentimento. Ah, eu depois mando vir alguém arranjar a porta, desculpa.”- Disse-me com os seus belos, profundos e sinceros olhos a observar os meus, mexendo nos seus caracóis.
“Nick, porque é que a minha família tinha que morrer?”
“É o destino.”- Disse-me beijando a testa.
“Destino… Sabes? Tenho vontade de o mudar. Estou farta de que ele seja tão cruel para mim. Quando é que terá fim? Ai… Tenho vontade de voltar para o passado e salvar os meus pais e irmã. Mas porque é que eu não desobedeci à minha mãe, assim, tinha morrido com eles e não era uma infeliz como, agora, sou.Com 23 anos e fechada neste lugar. Tenho vontade de esquecer tudo, até da minha própria existência. Tenho vontade de acabar com todo este sofrimento, de toda esta culpa interminável que consome mais a cada dia que passa. São sufocos e mais sufocos que não consigo aguentar.”
“Não há nada a fazer para mudar o passado. Agora, só podemos pensar no futuro que nos espera.”
“Mas… Eu já não aguento mais! A minha vida, nunca mais foi mesma. Passou a ser caracterizada como nada.”- Disse, numa voz cada vez mais sofrida.
“Agora, não estás só. Eu estou contigo.”- Disse-me, beijando delicadamente os meus lábios trémulos, sossegando-os.
Levantei-me e caminhei lentamente com o Nick sempre abraçado a mim, até ao meu quarto. Deitei-me e o Nick fez o mesmo entrelaçando os seus braços no meu corpo.
“Descansa… Amanhã será um novo dia e eu estarei aqui quando acordares.”- Disse o Nick, sussurrando ao meu ouvido, numa serena melodia. Fechei os olhos e inspirei o cheiro que ele emanava, fazendo-me adormecer num sono calmo, pela primeira vez.
Sand_Jonas
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
msd.dj
Jornalista
Jornalista


Feminino Número de Mensagens : 1227
Idade : 20
Localização : venho do hospital (aa)
Emprego/lazer : matar pulgas.
Jonas Brothers Preferido : todos.
Data de inscrição : 19/09/2009

MensagemAssunto: Re: A culpa no passado {Concurso One'shot- Fevereiro}   Qua Fev 10, 2010 1:22 am

omg, que linda :]
e não querias participar.
amei, escreves tão bem.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
JoanaTorres
Jornalista
Jornalista


Feminino Número de Mensagens : 2684
Idade : 21
Localização : Aveiro
Emprego/lazer : cozer batatas
Jonas Brothers Preferido : nick
Data de inscrição : 15/11/2008

MensagemAssunto: Re: A culpa no passado {Concurso One'shot- Fevereiro}   Qua Fev 10, 2010 3:54 pm

sempre escreveste tão bem, e desta vez não foi excepção, se não participavas eu matava-te! A one-shot está fantástica, por vezes a vida é injusta, mas há sempre algo positivo, só temos de procurar. Parabéns & boa sorte para o concurso
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.twitter.com/joanatorres
mushie
i'm your biggest fan
i'm your biggest fan


Feminino Número de Mensagens : 5197
Idade : 21
Localização : Joseph's Care Bear pillow
Jonas Brothers Preferido : Sharpie eyebrows
Data de inscrição : 21/09/2008

MensagemAssunto: Re: A culpa no passado {Concurso One'shot- Fevereiro}   Qua Fev 10, 2010 8:55 pm

UAU. A história prendeu-me de tal maneira que nem consegui descolar os olhos do ecrã, é fascinante. Tal como a JoanaTorres disse, a vida pode ser injusta mas há seempre algo lá para nos fazer subir à tona da água. Um Nick acompanhado da tua escrita, era sempre bom.
Parabéns & muito boa sorte para o concurso. <3

_________________

we could change the world, to anything we want.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Sand_Jonas
i'm your biggest fan
i'm your biggest fan


Feminino Número de Mensagens : 5859
Idade : 23
Localização : Casa
Emprego/lazer : Ouvir jonas brothers
Jonas Brothers Preferido : Nick Jonas, the perfect boy ever!
Data de inscrição : 08/09/2008

MensagemAssunto: Re: A culpa no passado {Concurso One'shot- Fevereiro}   Qua Fev 10, 2010 10:16 pm

Oh vocês são tão queridas *-*
Tenho, desde já, agradecer-vos pela paciencia q tiveram para ler a história.
Ainda bem q gstaram.
Por acaso, gostei de escrever esta one shot.
E sim, vocês têm razão há sempre algo de bom e dá para ver pela Charlotte.
Mais uma vez, MUITO OBRIGADA!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
zum;
Administradora principal
Administradora principal


Feminino Número de Mensagens : 2555
Idade : 23
Localização : nick boxers
Emprego/lazer : estudante
Jonas Brothers Preferido : Nicholas $:
Data de inscrição : 04/11/2008

MensagemAssunto: Re: A culpa no passado {Concurso One'shot- Fevereiro}   Qua Fev 10, 2010 11:32 pm

Ai Sandra Sandra,
Sabes bem que a tua escrita sempre me surpreendeu, sempre me deixou agarrada do inicio ao fim, e muitas das vezes identifico-me com o que escreves.
Esta shot não foi diferente, muito bem escrito, as palavras certas foram usadas, e conseguis-te exprimir bastante bem tudo o que quises-te, acredita que chegou tudo aqui Very Happy
Boa Sorte I love you

_________________



I love you ♥
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
beaa.
make it right
make it right


Feminino Número de Mensagens : 3691
Idade : 21
Localização : neverland
Emprego/lazer : observar pulgas
Jonas Brothers Preferido : Joe
Data de inscrição : 30/09/2008

MensagemAssunto: Re: A culpa no passado {Concurso One'shot- Fevereiro}   Qui Fev 11, 2010 12:23 am

está linda sandra, era impossivel não participares! é uma história tão linda, mas triste ao mesmo tempo, mas aii, amei, juro! e sim, há sempre algo de bom :]
parabéns pela escrita fantástica e muito boa sorte para o concurso <3
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
London
turn right into my arms
turn right into my arms


Feminino Número de Mensagens : 754
Idade : 23
Localização : Austrália
Emprego/lazer : Estudante
Jonas Brothers Preferido : Joseph
Data de inscrição : 01/01/2009

MensagemAssunto: Re: A culpa no passado {Concurso One'shot- Fevereiro}   Qui Fev 11, 2010 12:37 am

oh, gostei muito sandra. muito mesmo I love you
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Sand_Jonas
i'm your biggest fan
i'm your biggest fan


Feminino Número de Mensagens : 5859
Idade : 23
Localização : Casa
Emprego/lazer : Ouvir jonas brothers
Jonas Brothers Preferido : Nick Jonas, the perfect boy ever!
Data de inscrição : 08/09/2008

MensagemAssunto: Re: A culpa no passado {Concurso One'shot- Fevereiro}   Qui Fev 11, 2010 8:49 pm

Mt obrigada, nick jay, beaa e london.
Só a ler os vossos comentários é q eu fico msm bem.
Obrigada do fundo do coração! <3
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
pathz
LA baby
LA baby


Feminino Número de Mensagens : 2363
Idade : 22
Localização : loures
Emprego/lazer : estudante
Jonas Brothers Preferido : são os três as minhas perdições (L)
Data de inscrição : 01/09/2008

MensagemAssunto: Re: A culpa no passado {Concurso One'shot- Fevereiro}   Qua Fev 17, 2010 2:20 am

gostei imenso, a tua escrita cativa-nos a ler mais e mais.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: A culpa no passado {Concurso One'shot- Fevereiro}   Hoje à(s) 7:12 pm

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
A culpa no passado {Concurso One'shot- Fevereiro}
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Phono Sorteio AAP * Fevereiro 2012
» Realmente a culpa é do rock...
» Body Language {18} one-shot
» Dia dos Namorados = Dia dos Forever Alone(14 de fevereiro)
» Diário de um MACHO! (Comédia One-Shot) POSTADA!

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Jonas Brothers Oficial Street Team Portuguesa :: Multimédia :: FanFics :: One Shot's-
Ir para: