Jonas Brothers Oficial Street Team Portuguesa
Bem-vindo!
Junta-te a nós ou faz o teu login!



 
InícioPortalFAQRegistrar-seLogin

Compartilhe | 
 

 "What about love?" [Chap. LXIV"] ULTIMO 08/07

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1 ... 13 ... 22, 23, 24, 25  Seguinte
AutorMensagem
naniela_alves
world war III
world war III


Feminino Número de Mensagens : 36
Idade : 24
Localização : Mato Grosso - Brasil
Emprego/lazer : Ler livros e fanfic ;D
Jonas Brothers Preferido : Nicholas Jerry Jonas
Data de inscrição : 01/12/2010

MensagemAssunto: Re: "What about love?" [Chap. LXIV"] ULTIMO 08/07   Sex Dez 10, 2010 9:49 pm

Continuaaa Pleasse
Eu naum quero que a Aly fique longe do Nick(*..*)
Eles são um casal perfeito ;D
Ficarei esperando o novo capitulo muitooo anciosaaa mais muitooo anciosaaa mesmo Smile

Continuaaa =D
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
C'
LA baby
LA baby


Feminino Número de Mensagens : 2047
Idade : 25
Localização : Aveiro
Emprego/lazer : Basket!
Jonas Brothers Preferido :
Data de inscrição : 27/02/2009

MensagemAssunto: Re: "What about love?" [Chap. LXIV"] ULTIMO 08/07   Dom Jan 16, 2011 11:41 pm

Hey!
Bom, demorou, né?
Desculpem, mas estive sem pc basicamente quase um mês e depois as férias no Luxemburgo que não deram para muito mais que matar as saudades de toda a gente e depois, pronto...
Espero que gostem! Wink



[Chap. 56]

Enquanto esperavam pelo resto dos convidados para aquele jantar, todos estavam reunidos na sala, no entanto podia sentir-se um ambiente esquisito. Kevin e Danielle já haviam chegado. Sarah estivera perto deles por algum tempo tentando controlar um possível ataque de fã histérica, o que foi totalmente desnecessário, pois todos ali eram uma grande família e ela sentiu-se confortável.
Foi apenas quando Ally se dirigiu ao andar de cima, olhando tristemente para um canto da sala, que Sarah se deu conta que Nick estava num canta da sala sozinho, olhando o vazio à sua frente.
-Hey! Então, tudo bem? - Perguntou Sarah assim que chegou perto dele sentando-se no sofá ao seu lado.
- HumHum - Foi tudo o que obteve como resposta.
- Já percebi que não estás com vontade de falar.
- Pois. - Aquela espécie de conversa caiu no silêncio por algum tempo. Sarah apenas se manteve ao lado de Nick sem dizer nada.
- Sabes, no meio de toda esta alegria de voltar a reencontrar toda a gente, ela está triste. - Disse Sarah ao fim de algum tempo.
- Foi ela que te mandou falar comigo?
- Não.
- Respondeu simplesmente. – Na verdade mal tivemos tempo para falar desde que aqui chegamos. Mas eu já a conheço bem. Ela sente que de certa maneira te está a privar da companhia daqueles que gostas. Assim que ela se dirigiu ao grupo para cumprimentar o Kevin e a Danielle, tu fugiste de lá. Só lhe dirigiste a palavra praticamente por seres obrigado. Ela não merece, Nick. Ela já sofreu demasiado para agora ter de suportar o rapaz de quem ela gosta olha-la com desprezo por algo que ela não fez.
Ele não disse nada, apenas continuou a olhar em frente. Sarah bufou. Odiava quando a ignoravam, e sinceramente, não importava se era o Nick Jonas ou o Papa, ignora-la já era mais do que suficiente para a deixar irritada. O seu nervosismo era agora evidente, o seu pé batia freneticamente no chão e as suas mãos contorciam-se no seu colo. Olhou mais uma vez para a cara de Nick e voltou a bufar.
- Ok. Tudo. Bem. Tu-do. Bem. - Disse muito pausadamente num sussurro, tentando acalmar-se. Levantou-se do sofá calma, mas rigidamente, respirou fundo, mas quando se preparou para dar o 1° passo ouviu:
- Como é que ela estava quando a encontraste? - Desta vez Sarah respirou aliviada, finalmente ele tinha reagido. Sentou-se novamente ao seu lado.
- Foi a minha mãe que a encontrou na manhã a seguir ao aniversário dela. Estava a dormir à porta do posto de turismo que a minha mãe dirigia. Queria por tudo um trabalho, porque o pouco dinheiro que tinha com ela mal daria para pagar um sítio para dormir, as roupas estavam rasgadas e fazia frio. Então a minha mãe levou-a lá para casa. Foram tempos muito complicados. Ela chorava durante a noite, tinha pesadelos em que implorava para não lhe fazerem mal e, mais tarde, para não te fazerem mal. Durante todo esse tempo fugia de qualquer contacto físico, bastava tocar-lhe na mão para ela fugir. Foi difícil conseguir que ela começasse a confiar em alguém.
- Mas ela estava com alguém quando chegou?
- Não Nick! Ela estava completamente sozinha, fez a viagem sozinha, não tinha mais que uma pequena mala de mão com ela. - Bufou em desespero, era impressionante como ele não queria acreditar no que estava bem à sua frente! Como costumam dizer: ‘o pior cego é aquele que não quer ver.’ –Aquele... nem sei o que lhe chamar! Ele fez-lhe a vida num inferno e mesmo depois de morto, consegue continuar a fazer o mesmo!- Disse por fim, já com um pequeno tom exasperado na voz.
- Mas ela parece-me bem. - Ele disse vendo-a descer as escadas com um pequeno sorriso nos lábios.
- Não completamente, é verdade que ela reencontrou os seus amigos, está no seu país natal, já não tem ninguém a atormenta-la, tem uma sobrinha e afilhada linda, mas a pessoa que ela mais gosta não acredita que ela não o traiu nem que não deu noticias todo este tempo apenas para proteger aqueles que ama. Tu mal lhe falas, Nick! De certeza que tudo o que lhe falaste até agora foi porque a Jasmine te ameaçou! É natural que ela não esteja completamente bem.- Nick ficou de novo em silencio.
Esse silêncio apenas foi quebrado pela campainha. Jasmine foi abrir a porta, depois apenas se ouviu uma correria nas escadas e um grito.
- JEFF!!! - Gritou Ally depois, correu até ele, saltou para o seu colo e abraçou-o.
- Morri de saudades tuas, pequena! Nunca mais faças uma coisa destas. - Pediu o rapaz.
- Nunca mais! - Prometeu enquanto apertava mais o abraço. - Hum.. Anda, quero apresentar-te uma pessoa. Sarah! - Chamou puxando o amigo para dentro da sala.
- Olá! - Cumprimentou Jeff para todos os que estavam na sala. Recebendo uma resposta quase em coro de todos os presentes.
- Sarah, anda cá. - Pediu Ally. Sarah levantou-se atendendo ao pedido da amiga, mas lançou um olhar sugestivo a Nick, afinal de contas, Ally tinha chamado a amiga porque não queria aproximar-se de novo de Nick e vê-lo fugir na primeira oportunidade.
- Olá! - Sarah sorriu quando se aproximou deles.
- Então, Jeff... Esta é a famosa Sarah de quem eu te tenho falado! Ela agora parece toda intimidada, mas é só porque é fã dos Jonas e nem sabe como reagir, na verdade, acho que ela só está à espera que toda a gente adormeça para ela se pôr aos saltinhos e guinchinhos! - Na ultima parte Ally fingiu que segredava para Jeff, mas na verdade continuava a falar num tom bem audível para eles os três.
- Para! O rapaz vai ficar logo com má impressão minha! - Pediu Sarah e deu uma leve palmada no ombro de Ally. Depois virou-se para Jeff e sorriu. - Prazer em conhecer-te, sou a Sarah.
-Ele já sabia. - Intrometeu-se Ally. Sarah revirou os olhos e Jeff riu-se.
- Prazer. Então, como também já sabes, - Frisou olhando para Ally e depois piscou o olho para Sarah, - Sou o Jeff. Mas então, já conheces alguma coisa da cidade?
- Nós só chegamos há algumas horas, só conhecemos mesmo o aeroporto. - Respondeu Sarah.
- Ah! Então, Ally, o que me dizes de irmos amanhã apresentar a cidade à Sarah?
- Eu adoraria! Mas, felizmente, amanhã temos de ir comprar o vestidinho da minha afilhada linda! Mas tu podes ir com ela, Jeff! Tenho a certeza que se vão divertir e assim a Sarah escusa de ficar em casa ou de andar atrás de nós a apanhar a maior seca de todas! - Sugeriu Ally.
- Oh, eu não quero incomodar! - Sarah disse meia atrapalhada.
- Não atrapalhas nada! Eu vou adorar mostrar-te a cidade! - Afirmou Jeff.
- Além disso, o Jeff é de confiança! - Ally acrescentou enquanto trocava um olhar cúmplice com Sarah e lhe piscava o olho. Sarah corou , não estava nada à espera que a amiga a estivesse a atirar descaradamente para a companhia de Jeff. Se bem que ela achava o rapaz bem engraçado, se é que ela o podia classificar assim.
Por fim chegou Joe, Ally havia sentido a falta dele. Na verdade, o ambiente ficou muito mais leve quando ele chegou. Jantaram todos juntos, no final, todos, excepto Jeff ficaram na grande casa de Joe a drmir.


[Continua...]


O próximo estará on ainda esta semana! Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://bnobodybutyourself.tumblr.com/
Pipa*Jonas*
administradora
administradora


Feminino Número de Mensagens : 2592
Idade : 23
Localização : Porto
Emprego/lazer : Facultis ahah / Pensar nos Jonas
Jonas Brothers Preferido : São os meus meninos
Data de inscrição : 13/04/2009

MensagemAssunto: Re: "What about love?" [Chap. LXIV"] ULTIMO 08/07   Seg Jan 17, 2011 12:04 am

AI PORRA CARLA ALELUIA VIESTE POSTAR! MAS CARAMBA ISTO NAO SE FAZ !!!
EU MORRO À ESPERA DO PROXIMO....!!!!!!!
NÓS MERECIAMOS MAIS UM CAPITULO DEPOIS DESTA ESPERA TODAAAAAAAAA! AINDA PARA MAIS DEPOIS DESTA CONVERSA TODA LFUSHPAEUGHPUGDSFUHG COM O NICHOLAS Surprised
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://tudoemaisalgumacoisa-pipa.blogspot.com
Jéssica
LA baby
LA baby


Feminino Número de Mensagens : 2852
Idade : 22
Localização : Lisboa
Emprego/lazer : Nick's bedroom.
Jonas Brothers Preferido : nicky, the president.
Data de inscrição : 22/04/2009

MensagemAssunto: Re: "What about love?" [Chap. LXIV"] ULTIMO 08/07   Seg Jan 17, 2011 8:14 pm

O JEFF E A SARAH VAO ANDAR TURURURU!
meu deus GRAÇAS A DEUS QUE POSTAS-TE! *-*
oh eles têm que se falar, Ally e Nick, separados não dão com nada. :'c
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
C'
LA baby
LA baby


Feminino Número de Mensagens : 2047
Idade : 25
Localização : Aveiro
Emprego/lazer : Basket!
Jonas Brothers Preferido :
Data de inscrição : 27/02/2009

MensagemAssunto: Re: "What about love?" [Chap. LXIV"] ULTIMO 08/07   Qua Jan 19, 2011 1:08 am

era suposto postar ontem, mas estive a falar com o meu pai e a minha mãe no msn!! *.*
Resta dizer que eles percebem muito pouco de informatica, então foi muito giro... xD
E depois, também já não os via desde o natal... espero que me perdoem por ser uma filha mimada e cheia de saudades dos pais!Embarassed Wink


[Chap. 57]

Já todos estavam a dormir, mas Nick ainda se virava na cama incessantemente. As palavras de Sarah martelavam na sua cabeça.
‘Ela não merece, Nick. Ela já sofreu demasiado…’, ouviu de novo a voz de Sarah na sua cabeça. ’ Ela estava completamente sozinha!’, ‘ a pessoa que ela mais gosta não acredita que ela não o traiu nem que não deu noticias todo este tempo apenas para proteger aqueles que ama.’, ’Aquele... nem sei o que lhe chamar! Ele fez-lhe a vida num inferno e mesmo depois de morto, consegue continuar a fazer o mesmo!’. Sacudiu a cabeça tentando livrar-se de todos aqueles pensamentos que não o deixavam dormir. Levantou-se e saiu do quarto.
Estava nas escadas quando começou a ouvir o som de uma guitarra, uns acordes que ele nunca tinha ouvido antes. Por fim , uma voz suave começou a soar. ”Ally”, Pensou assim que ouviu a voz.
[Façam play! Wink]

Quando chegou ao fim das escadas e confirmou que era Ally quem estava ali na sala a tocar, deixou-se ficar, encostado na parede, olhando para ela. Na sala havia apenas um pequeno abajur que iluminava levemente a sala.

Your eyes your smile, they still get me
Falling hard, breathing slow, learn to let it all go
Your arms around me, my hand in yours
Looking deep in your eyes I still feel those butterflies

Seven months feels like seven days when I'm with you
Didn't notice that you could feel the same way too

No matter what you do,
No matter what you say our love
Will stay timeless

My heart, your heart will never part
now I see you and me
Is what it should be you are standing there
Maybe, we'll fall even more than before
I still feel those butterflies

Seven months feels like seven days when I'm with you.
Didn't notice that you could feel the same way too

No matter what you do,
No matter what you say, our love
Will stay timeless

I know that you think it's just another song, but for you
This is the first song (this is the first song)

Seven months feels like seven days when I'm with you.
Didn't know inside you could feel the same way too

No matter what you do,
No matter what you say, our love
Will stay timeless

Your eyes, your smile they still get me.


Ally terminou, encostou as suas costas no sofá e suspirou. Sim, aquela música havia sido escrita por Ally após o encontro com Nick em Lisboa, porque apesar de tudo o que Nick lhe havia dito naquele hotel, ela ainda o amava e acreditava que aquele sentimento seria algo muito complicado de apagar do seu coração. E bem lá no fundo esperava que Nick ainda sentisse algo por ela. Agora parecia-lhe que toda a esperança se tinha esvaído, afinal de contas ele mal se consegui aguentar na mesma divisão que ela, e isso ficara bem explicito naquele jantar.
- É tua? - Perguntou Nick declarando finalmente a sua presença. Ally assustou-se. Pensou que já toda a gente dormia e que apenas ela se mantinha acordada.
- Que susto! - Exclamou atrapalhada.
- Desculpa. Não queria assustar-te, mas gostei muito da música. Foste tu quem a compôs? - Perguntou sentando-se ao pé dela.
- Sim. - Disse simplesmente. Na verdade, pouco mais conseguia dizer. Estava a achar todo aquele comportamento muito estranho e bom, ele tinha acabado de ouvir a musica… toda.
- Hoje estive a falar com a Sarah. - Ally não respondeu, ela tinha-os visto juntos no sofá. Então Nick continuou. – Desculpa por tudo o que te disse e como reagi este tempo todo. - Pediu embaraçado.
- Gostava de saber o que é que a Sarah te disse para te fazer mudar tanto de ideias. - Ally proferiu sem conseguir conter um pequeno sorriso.
- Sinceramente, nada que já não me tivesses dito, mas eu não conseguia ver. Desculpa Ally. Desculpa, mas é muito difícil acreditar que fui assim tão estúpido, tão mau amigo, namorado… Como é que eu não percebi que não estavas bem, Ally? Tu eras tanto e, contudo, eu não consegui perceber o que se passava. Era tão mais fácil acreditar que estavas bem, com outra pessoa… - Tentou explicar.
- Tenho pena que nunca tenhas confiado em mim o suficiente para perceberes que o quanto foi preciso sofrer para chagar ao ponto de fugir. E tenho pena também que só tenhas percebido tudo isto porque falaste com alguém que podia confirmar tudo o que te contei. Dói saber que aqueles que amamos não confiam em nós, na nossa palavra. - Pelos olhos de Ally já corriam finas lágrimas. Custava-lhe tanto falar sobre isso.
- Eu sinto muito. Mas a verdade é que também não confiaste em mim, não me disseste o que se passava. De certeza que conseguiríamos arranjar outra saída. - A voz de Nick saia calma, mas continha um leve tom de acusação.
- Não foi falta de confiança, foi orgulho. Sempre me desenrasquei sozinha, Nick. Mas não vamos falar nisso. O passado ficou no passado. Eu estou realmente muito feliz por poder estar aqui a falar contigo, sem pressões, nem olhares estranhos, sem sentir que te estou a privar de algo. Não vamos falar sobre isso, por favor. - Ally pediu.
- Ok. Acho justo. - Sorriu, recebendo outro sorriso de volta. - Então, fico contente que tenhas voltado a cantar e a tocar guitarra. Seria uma grande perda se não o tivesses feito. - Ally sentiu-se corar.
- Obrigada.
- Então, amigos, como antes? - Nick perguntou na esperança de que tudo voltasse a fica bem entre eles.
- Claro… Amigos… - Respondeu Ally. Ela queria muito mais que uma amizade. O seu amor por Nick não se extinguira naquele tempo. Mas para já e visto que ele tinha namorada… Amiga como antes já seria um bom começo.
Finalmente agora estavam ambos em paz, as suas maiores dores de cabeça que os faziam rebolar na cama sem conseguir adormecer tinham acabado. Ficaram mais um tempo na sala enquanto contavam algumas novidades, recordavam bons momentos que haviam vivido e tocavam e cantavam musicas que ambos conheciam. Por fim, foram para a cama, já era bastante tarde, mas o sono veio rapidamente, pois no dia seguinte iriam comprar o vestido para o baptizado de Lily.


[Continua...]

Créditos da musica: Megan and Liz - Timeless


Última edição por C' em Qua Jan 19, 2011 1:22 am, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://bnobodybutyourself.tumblr.com/
Pipa*Jonas*
administradora
administradora


Feminino Número de Mensagens : 2592
Idade : 23
Localização : Porto
Emprego/lazer : Facultis ahah / Pensar nos Jonas
Jonas Brothers Preferido : São os meus meninos
Data de inscrição : 13/04/2009

MensagemAssunto: Re: "What about love?" [Chap. LXIV"] ULTIMO 08/07   Qua Jan 19, 2011 1:17 am

volto quando me recompor para fazer um comentário de jeito.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://tudoemaisalgumacoisa-pipa.blogspot.com
Neiazitah
administradora
administradora


Feminino Número de Mensagens : 971
Idade : 28
Localização : Where you are is where I wanna be...
Emprego/lazer : Pois...
Jonas Brothers Preferido : Todos são especiais para mim!!Mas o Joe mexe muito comigo!!!!
Data de inscrição : 09/09/2009

MensagemAssunto: Re: "What about love?" [Chap. LXIV"] ULTIMO 08/07   Qua Jan 19, 2011 4:17 pm

Awwwww OMG que lindo!!!oh Carla.....deixaste-me de lagrimas nos olhos...meu deus...esta lindo!!!!e ja foi um grande passo eles ficarem amigos...agora....falta o resto, va...solta aí a tua veia romantica para estes dois se entenderem sim? Razz eles amam-se!!!!!va laaaa

bem...continua....isto esta.........................PERFEITO

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/Neiazitah
Jéssica
LA baby
LA baby


Feminino Número de Mensagens : 2852
Idade : 22
Localização : Lisboa
Emprego/lazer : Nick's bedroom.
Jonas Brothers Preferido : nicky, the president.
Data de inscrição : 22/04/2009

MensagemAssunto: Re: "What about love?" [Chap. LXIV"] ULTIMO 08/07   Qua Jan 19, 2011 5:45 pm

OH MEU DEUS, OH MEU DEUS!
AHHHHHHHHHHHHHHHHH! ELES FALARAM, ELES FALARAM! e o beijo menina carla? a ex-namorada dele que se lixe! adoro, adoro *-*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Pipa*Jonas*
administradora
administradora


Feminino Número de Mensagens : 2592
Idade : 23
Localização : Porto
Emprego/lazer : Facultis ahah / Pensar nos Jonas
Jonas Brothers Preferido : São os meus meninos
Data de inscrição : 13/04/2009

MensagemAssunto: Re: "What about love?" [Chap. LXIV"] ULTIMO 08/07   Qua Jan 19, 2011 6:46 pm

Neiazitah escreveu:
Awwwww OMG que lindo!!!oh Carla.....deixaste-me de lagrimas nos olhos...meu deus...esta lindo!!!!e ja foi um grande passo eles ficarem amigos...agora....falta o resto, va...solta aí a tua veia romantica para estes dois se entenderem sim? Razz eles amam-se!!!!!va laaaa

bem...continua....isto esta.........................PERFEITO

Ora nem mais, queremos mais, muito mais... qual amiga qual quê... OUPA!!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://tudoemaisalgumacoisa-pipa.blogspot.com
C'
LA baby
LA baby


Feminino Número de Mensagens : 2047
Idade : 25
Localização : Aveiro
Emprego/lazer : Basket!
Jonas Brothers Preferido :
Data de inscrição : 27/02/2009

MensagemAssunto: Re: "What about love?" [Chap. LXIV"] ULTIMO 08/07   Seg Fev 28, 2011 12:41 am

Hey hey!
bom, 2 aninhos de ST hoje... Very Happy
já falta pouquinho para o final da fic... por isso vou mesmo tentar postar tudo o mais rápido possível! Wink
Espero que gostem! Wink

[Chap. 58]

A noite passou rápido de mais, contudo, Ally acordou com um sorriso na cara. Fez a sua higiene pessoal e vestiu-se rapidamente, algo simples e confortável para o dia de compras que a esperava. Passou no quarto da afilhada antes de descer para tomar o pequeno-almoço, Lily ainda dormia.
- Bom dia! - Cumprimentou com um sorriso e depois passou por Joe, Jasmine e Sarah dando um beijo na bochecha de cada um. Por fim, sentou-se no seu lugar sob os olhares desconfiados de todos naquela mesa.
- Que alegria, miss Ally. Alguma novidade que queira partilhar? - Joe perguntou divertido.
- Está um dia fantástico para ir às compras, não é fantástico, Joe? - Respondeu Ally.
- Claro! Pena que não vos posso acompanhar, mas confio no vosso bom gosto para a minha princesinha ser a mais bonita de todos os tempos! - Disse como pai babado que era.
- Bom dia família! - Cumprimentou Nick assim que chegou perto da mesa. Sorriu para Ally que lhe devolveu o sorriso e sentou-se na cadeira ao seu lado. – Então Jazz, já sabes mais ou menos onde queres ir para ver as roupas?
Na verdade, a resposta de Jasmine tardou em se fazer ouvir, todos olhavam para eles de maneira estranha e de forma interrogativa.
- Está a escapar-me alguma coisa? - Perguntou Jasmine. Nick voltou a encarar Ally e sorriu-lhe, Ally sentiu as suas faces corarem. Não era caso para isso, eles eram apenas amigos, certo? Não, não estava certo. Ally continuava a sentir borboletas no estômago quando ele a olhava, respirar parecia impossível quando ele lhe sorria daquela maneira.
- A Ally desculpou-me por ter sido… tão… estúpido com ela. - Respondeu Nick ao fi m de algum tempo sem saber exactamente o que dizer.
Nesse momento a campainha tocou.
- Oh! Deve ser o Jeff! - Sobressaltou-se Sarah.
- Eu vou abrir! - Disse Ally, sorridente. – Podes ir acabar de te arranjar, Sarah! - Ally disse-lhe com um piscar de olho maroto e dirigiu-se à porta antes da amiga ter tempo de replicar.
Assim que abriu a porta deu de caras com uma rapariga equilibrada nuns saltos enormes, com um vestido, digamos, bastante revelador e uns óculos de sol.
- Olá. Quem és? - Disse Ally um tanto cínica. Sabia perfeitamente quem era e lembrava-se particularmente do ‘incidente’ que acontecera quando chegou a casa de Jasmine, quando a rapariga à sua frente lhe tinha batido com a porta na cara.
- Oh, por favor! Sabes perfeitamente quem sou! - Respondeu com o nariz empinado afastando Ally com o braço que não segurava a mala e entrando pela casa dentro. Ally respirou fundo, seria realmente preciso ter muita paciência para aturar aquela rapariga! Ally fechou a porta e voltou também para dentro. Quando chegou à sala, conseguiu ouvir Victoria dizer que estava ali para ir ajudar o namorado a escolher a roupa de baptizado para a afilhada. Jasmine protestou.
- Não era preciso incomodares-te. Eu a Ally e o Nick damos perfeitamente conta do recado.
- Jazz… Não tem mal nenhum se a Vicky for. - Nick tentou amenizar. Victoria já estava abraçada a ele e apenas isso fazia com que um grande nó se formasse na garganta de Ally.
- Desculpa a desilusão, Sarah.- Disse assim que voltou a ver a amiga descer as escadas. –Infelizmente - frisou, não era o Jeff. Bom, vou ver a Lily e prepara-la para a nossa saída, importas-te Jazz? - Ally nem esperou pela resposta, subiu as escadas o mais rápido que conseguiu pois Victoria acabara de dar um beijo a Nick que mais parecia querer arrancar-lhe um pedaço.
”Calma Ally, não podes reagir assim sempre que eles se agarrarem! Eles são namorados, é normal fazerem esse tipo de coisas!” , pensou. Olhou para o teto tentando segurar as lágrimas que queriam sair e mordeu o lábio. Voltou a respirar fundo e seguiu para o quarto da afilhada. Joe estava com ela.
- Hey! Tudo bem? - Ele perguntou-lhe.
- Sim, tudo. - sorriu fracamente. E aproximou-se para fazer festinhas na cara sorridente de Lily.
- Não te preocupes, agora vai dar tudo certo, só tens de dar tempo ao tempo. - Joe sorriu-lhe. – Importas-te de ficar com ela? Estou meio atrasado para as gravações.
- Obrigada. Claro que não me importo! Vai lá descansado. - Joe deu-lhe um beijo na teste e depois dirigiu-se à filha.
- Até logo princesinha. O papá volta mais logo, ok? - Disse fazendo leves cócegas na barriga da filha, beijou carinhosamente a bochecha e depois a testa e saiu do quarto.
- Uhh… Então vamos lá princesinha do papá! Vamos vestir umas roupinhas todas bonitinhas e vamos comprar o vestido mais bonito de sempre para o teu baptizado, pode ser bebé? - Ally dedicou-se à afilhada tentando esquecer tudo. Pouco depois já estava despachada e desceu as escadas.
Lá em baixo estava agora Jeff que se havia juntado a eles.
- Ally, estava mesmo só à tua espera para te dar um beijinho para irmos. Humm… e ainda tive a sorte de ver esta beleza! - Disse pegando Lily ao colo e começou a brincar com ela. Nick aproximou-se de toda a gente, pois quando Ally entrara ele estava num canto da sala com a namorada agarrada ao seu pescoço.
- Aff! E então o meu beijinho? - Reclamou Ally. Lily sorria tanto. Estava linda e parecia iluminar tudo onde estava.
Jeff e Sarah acabaram por se despedir de toda a gente ali presente e foram então ao seu passeio para conhecer a cidade enquanto que os outro 4 pegaram as suas coisas e dirigiram-se ao carro para irem então fazer as compras. Pelos vistos, Jasmine tinha perdido na luta de argumentos com Nick e Victoria também ia com eles.
Procuraram em algumas lojas de vestidos, na verdade Ally também tinha de encontrar um vestido para si, ma o que acontecia mais frequentemente era terem de ficar à espera de Victoria que experimentava todos os vestidos que via pela frente.
Finalmente, conseguiram encontrar o vestido perfeito para Lily, e Ally encontrou também um muito bonito que ela gostou imenso. Ally foi experimentar o vestido e levou Jasmine com ela e Nick foi pagar o vestido da afilhada pedindo a Victoria que a agarrasse. Assim que a pegou ao colo, Lily começou a chorar, para a acalmar Victoria abanou-a um pouco a cima da sua cabeça, bom na verdade talvez tenha abanado de mais, pois a pequena Lily vomitou-lhe em cima. Ally e Jasmine saiam nesse preciso momento da cabine e não se contiveram, começaram a rir desesperadamente.
- Eu não acredito! - Victoria quase berrou. Jasmine correu para lhe tirar a filha dos braços. – Esta pirralha vomitou-me em cima! Sabes quanto é que este vestido custou? Tens ao menos ideia? - Perguntou em direcção à pequena. Nick apareceu por trás de Victoria, não tinha gostado nem um pouco do tom da namorada.
- Não é preciso fazer um drama tão grande por causa de um vestido, Victoria! - O seu nome não lhe passou despercebido, normalmente Nick chamava-lhe sempre Vicky.
- Oh amor, desculpa… Eu sei que me exaltei um pouco. - Tentou redimir-se. - Eu vou tentar limpar isto! - Disse saindo de perto deles com o nariz sempre empinado.
- Está tudo bem com a Lily? - Perguntou preocupado com a afilhada.
- Está sim Nick. Acho que ela só não gosta muito da Victoria, mas também, quem é que gosta não é? - Perguntou retoricamente Jasmine.
- Jazz, eu já te pedi para não seres assim com ela. - Pediu Nick.
- Que queres que faça Nick? Eu não gosto dela, tu sabes. E além disso vistes como gritou com a minha filha? Achas isso de alguém normal? A Lily é só uma criança! Nem um ano tem! E para mais foi ela que provocou tudo, se tivesse cuidado e soubesse tratar minimamente de uma criança não tinha tratado assim a minha filha!
- Hey! Calma Jazz… Está tudo bem com a Lily. Não nos vamos chatear mais com isso. - Disse Ally.
- Como não nos vamos chatear mais com isso? Ele continua com aquela… nem sei o que lhe chamar! Ainda hoje lhe conseguiu dar a volta para vir com ele! Ela faz de ti aquilo que quer e bem lhe apetece, fazes tudo o que ela quer Nick! Eu não entendo como é que aguentas isso, tu não és assim! - Jasmine agora falava em sussurros, só a vendedora é que estava lá, pois tinham pedido para fechar a loja para ficarem mais à vontade para escolherem, contudo, a vendedora parecia bem atenta na conversa deles. Ally pegou em Lily e foi pagar o seu vestido para o baptizado deixando assim os dois conversarem e mantendo a vendedora ocupada para não ouvir a conversa.
No final, saíram todos da loja, todos com caras de poucos amigos, realmente não tinha sido uma saída muito feliz.

Continua...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://bnobodybutyourself.tumblr.com/
Jéssica
LA baby
LA baby


Feminino Número de Mensagens : 2852
Idade : 22
Localização : Lisboa
Emprego/lazer : Nick's bedroom.
Jonas Brothers Preferido : nicky, the president.
Data de inscrição : 22/04/2009

MensagemAssunto: Re: "What about love?" [Chap. LXIV"] ULTIMO 08/07   Seg Fev 28, 2011 12:55 am

quando é que o nick deixa aquela estronça? raios.
oh meu deus a Lily vai tão linda, com certeza. *-*
eu quero o fim!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Pipa*Jonas*
administradora
administradora


Feminino Número de Mensagens : 2592
Idade : 23
Localização : Porto
Emprego/lazer : Facultis ahah / Pensar nos Jonas
Jonas Brothers Preferido : São os meus meninos
Data de inscrição : 13/04/2009

MensagemAssunto: Re: "What about love?" [Chap. LXIV"] ULTIMO 08/07   Seg Fev 28, 2011 1:20 am

Jéssica escreveu:
quando é que o nick deixa aquela estronça? raios.
oh meu deus a Lily vai tão linda, com certeza. *-*
eu quero o fim!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://tudoemaisalgumacoisa-pipa.blogspot.com
Neiazitah
administradora
administradora


Feminino Número de Mensagens : 971
Idade : 28
Localização : Where you are is where I wanna be...
Emprego/lazer : Pois...
Jonas Brothers Preferido : Todos são especiais para mim!!Mas o Joe mexe muito comigo!!!!
Data de inscrição : 09/09/2009

MensagemAssunto: Re: "What about love?" [Chap. LXIV"] ULTIMO 08/07   Ter Mar 01, 2011 7:49 pm

OMG o Joe é um pai tao fofinho awwww *-*
e realmente....o Nick podia ganhar um pouco de juizo, so um pouco e deixar a outra...coisa....porra la pa mulher LOOOOL

bem, continua Carla Smile

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/Neiazitah
C'
LA baby
LA baby


Feminino Número de Mensagens : 2047
Idade : 25
Localização : Aveiro
Emprego/lazer : Basket!
Jonas Brothers Preferido :
Data de inscrição : 27/02/2009

MensagemAssunto: Re: "What about love?" [Chap. LXIV"] ULTIMO 08/07   Dom Jun 05, 2011 11:03 pm

Hey malta...
Bom, estava mesmo agora a perguntar-me se ainda alguém se lembrava desta fic... :S
Porque bom... isto está pardo há tanto tempo... =/
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://bnobodybutyourself.tumblr.com/
Pipa*Jonas*
administradora
administradora


Feminino Número de Mensagens : 2592
Idade : 23
Localização : Porto
Emprego/lazer : Facultis ahah / Pensar nos Jonas
Jonas Brothers Preferido : São os meus meninos
Data de inscrição : 13/04/2009

MensagemAssunto: Re: "What about love?" [Chap. LXIV"] ULTIMO 08/07   Dom Jun 05, 2011 11:07 pm

Sim, eu lembro me e acho que estava na hora disto andar para a frente! Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://tudoemaisalgumacoisa-pipa.blogspot.com
C'
LA baby
LA baby


Feminino Número de Mensagens : 2047
Idade : 25
Localização : Aveiro
Emprego/lazer : Basket!
Jonas Brothers Preferido :
Data de inscrição : 27/02/2009

MensagemAssunto: Re: "What about love?" [Chap. LXIV"] ULTIMO 08/07   Dom Jun 05, 2011 11:20 pm

YEY!!! pelo menos alguém se lembra! Wink
E sim, eu também acho... e era por isso que estava a perguntar! Very Happy
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://bnobodybutyourself.tumblr.com/
Pipa*Jonas*
administradora
administradora


Feminino Número de Mensagens : 2592
Idade : 23
Localização : Porto
Emprego/lazer : Facultis ahah / Pensar nos Jonas
Jonas Brothers Preferido : São os meus meninos
Data de inscrição : 13/04/2009

MensagemAssunto: Re: "What about love?" [Chap. LXIV"] ULTIMO 08/07   Dom Jun 05, 2011 11:28 pm

a andreia tambem acha que sim! quando postas?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://tudoemaisalgumacoisa-pipa.blogspot.com
C'
LA baby
LA baby


Feminino Número de Mensagens : 2047
Idade : 25
Localização : Aveiro
Emprego/lazer : Basket!
Jonas Brothers Preferido :
Data de inscrição : 27/02/2009

MensagemAssunto: Re: "What about love?" [Chap. LXIV"] ULTIMO 08/07   Dom Jun 05, 2011 11:34 pm

Here it is!!!
Espero que gostem e desculpem por este tempo todo...
Embarassed


[Chap. 59]

O resto do dia foi um pouco monótono. Ally, Jasmine e Lily ficaram em casa a tratar de alguns preparativos que restavam para o baptizado. Joe continuou no estúdio e Nick passou o resto do dia com Victoria. Sarah ainda estava com Jeff, com certeza a passar momento bem mais felizes.
Ao final da tarde, Ally foi até ao enorme jardim nas traseiras da casa. Sentou-se num baloiço ali existente e ficou a observar a água da piscina reflectir o céu alaranjado devido ao por do sol. Subitamente, lembrou-se do seu quase primeiro beijo com Nick. Parecia ter-se passado décadas desde aquela tarde. Uma lágrima de culpa rolou pela face de Ally. Naquela tarde não o beijara porque não queria envolver-se com ele, magoa-lo e agora, apercebia-se que era escusado evitar o sofrimento, ele arranjava sempre maneira de invadir a sua vida, tentar fugir dele nunca seria solução.
- Hey! - Ally sobressaltou-se, mas depois ao reconhecer a voz de Sarah acalmou-se. – Então, estás aqui sozinha?
- Sim, precisava de estar um pouco sozinha. - Respondeu. – Mas então, como foi essa tarde com o Jeff?
- Foi boa. - Disse mostrando um sorriso que não conseguiu conter.
- Só boa? Esse sorriso não engana ninguém! - Ally soltou uma gargalhada.
- Ah, por favor Ally! Pára lá com essa tua mente perversa, nós mal nos conhecemos! Ele foi um perfeito cavalheiro! - Repostou Sarah. Ally sorriu como se relembrasse algo.
- É, ele sempre foi. - Ambas sorriram e ficaram em silencio. Até Sarah o interromper.
- Como foram as compras?
- Como seria de esperar quando uma barbie está presente. - Ally suspirou. – A Jasmine e o Nick voltaram a discutir em plena loja, e a barbie fez o seu papel de coitadinha.
- Wow.
- Deve estar com ela agora. - Suspirou.
- Anda, vamos para dentro? Está a começar a ficar frio. - Sarah sugeriu.
- Claro.
Seguiram ambas para dentro de casa. Ally queria ver a afilhada e levou Sarah consigo. Jasmine estava na cozinha a ajudar no jantar. Era verdade que tinha alguns empregados, mas Jasmine gostava sempre de ajudar.
Assim que Ally chegou ao corredor assustou-se, pois ouviu a afilhada a chorar. Apressou-se a correr para quarto da afilhada e ficou muito surpreendida com o que viu. Nick estava no quarto junto com Victoria. Nick estava um tanto preocupado enquanto que Victoria afirmava ser completamente capaz de cuidar de Lily.
- O que é que se passa? - Perguntou Ally a olhar desconfiada para ambos. O seu primeiro instinto foi aproximar-se da pequena Lily e tira-la dos braços daquela pessoa sem coração, mas Victoria desviou-se.
- Está tudo bem. É só uma birra, nós damos bem conta disto. - Respondeu Victoria com o nariz levantado.
- Nick, tu sabes que a Lily ainda não tem idade para fazer este tipo de birras só porque sim, quando uma criança da idade dela chora é porque algo não está bem. - Ally tentou ignorar Victoria.
- Não te preocupes, nós damos conta do recado. Acredita, assim já vamos treinando e tudo! - Victoria disse com um sorriso na cara que pretendia ser simpático, mas no fundo Ally soube que ela estava apenas a atirar-lhe à cara que ela era a namorada de Nick e, com certeza já tinham falado em algo para além do namoro.
Ally sentiu uma faca bem afiada cravar-se-lhe no peito assim que percebeu o que Victoria queria dizer com aquilo. Olhou Nick nos olhos, a expressão dele era indecifrável. Ally acabou por sair dali apenas com um aceno de cabeça afirmativo. Os seus olhos ardiam, as lágrimas queriam sair e escorrer pela sua face. Ela sabia que Nick não estava com ela, pensava mesmo que já tinha assimilado o facto de que não era fácil voltar a reconquista-lo, contudo, não tinha noção que a relação deles estava tão avançada, que Nick gostava tanto daquela barbie para já terem falado em mais do que namoro, em filhos, casamento.
Entrou no seu quarto e sentiu finalmente duas gotas correrem pela sua face. Deixou-se deslizar, o seu corpo encostado à porta previamente fechada. Ficou ali até controlar finalmente o choro. Lavou a cara, pegou na guitarra e o seu caderninho e passou na cozinha. Avisou Jasmine que estava sem muita fome que não ia jantar. Contudo, levou uma maçã, pois a amiga insistiu tanto para que comesse alguma coisa que Ally foi obrigada a faze-lo.
Procurou um recanto do jardim o mais afastado da casa possível, não os queria incomodar com o som da guitarra e sobretudo, queria ficar sozinha.
Dedilhou algumas notas, desconexas, não suavam bem juntas. E, por muito que não quisesse, as lágrimas voltaram a correr. A esperança parecia esvanecer-se.
Ouviu o seu telemóvel tocar. Deixou a guitarra de lado, limpou as lágrimas e limpou a garganta para que a sua voz não tivesse um tom de choro. Nem sequer olhou para quem lhe estava a telefonar, apenas atendeu antes que desligassem.
- Estou?
- Boa Noite, fala Andreas Cohen. Estou a falar com Alana Pitters, certo? - Ally ouviu uma voz masculina perguntar do outro lado num inglês que se notava claramente europeu.
- Sim, sou eu.
- Eu sou director de uma editora musical e recebi à pouco tempo algumas gravações de pequenos espectáculos seu ao vivo e desde já quero dar-lhe os parabéns. Tem uma voz magnífica e toca extremamente bem guitarra.
- Ohh… Obrigada! - Ally estava surpreendida, não sabia como aquilo poderia ter acontecido, contudo, estava contente, um profissional no ramo da musica tinha-lhe acabado de fazer excelentes comentários.
- Bom, na verdade estou a ligar-lhe pois eu e a minha equipa temos uma proposta para si.
- Uma proposta? E qual seria?
- Bom, digamos que poderia fazer algumas aberturas de grandes concertos, lançar um CD… Eu sei que tem originais e já ouvi alguns deles, realmente muito bem conseguidos, tanto em termos de composição como de letra.
- Está a falar a sério? - Ally perguntou. Por esta altura já estava de pé, m sorriso alastrara-se nos seus lábios. O seu sonho parecia tão perto…
- Bom, existe apenas um pequeno se não, a Alana teria de viajar para Londres, para podermos falar mais calmamente sobre isto, e provavelmente começar a gravar algumas faixas.
- Entendo. Bom, eu estou nos Estados Unidos de momento, a tratar de alguns assuntos pessoais e de momento não me é possível ir já para Londres. Posso ficar com o seu contacto e assim que puder digo-lhe alguma coisa. Pode ser assim? - Perguntou ansiosa. Não queria perder aquela oportunidade, no entanto nunca desistiria do baptizado da pequena Lily.
- Claro… Mas tente ser o mais breve possível.
Assim que desligou, uma porção de dúvidas assaltou a sua mente. Não queria deixar a afilhada, os amigos, Nick… Bom, talvez nem fosse a pior solução deixar Nick, ele estava com a sua namorada, já até certamente tinham falado sobre filhos, não é? Pelos vistos já só havia uma coisa pela qual lutar e, certamente essa coisa seria a sua carreira na música. Era o seu sonho, porém, não era um sonho só seu. Levantou-se rapidamente, deixou a guitarra ali mesmo e voltou para dentro. Avistou Jasmine na cozinha.
- Jazz, vou sair por um pouco e vou roubar uma das tuas gerberas! - Disse enquanto piscava o olho à amiga e voltou a sair de casa, correu para o jardim onde avistara as flores que a irmã tanto gostava, colheu uma com cuidado e saiu a pé em direcção ao cemitério.
Ainda se lembrava daquele sítio como a palma da sua mão. Percorreu o caminho que tantas outras vezes percorrera, observou as árvores, as lápides, até que em fim chegou à lápide que pretendia. Ajoelhou-se, depositou delicadamente a flor e sorriu, respirando fundo, sentindo a leve brisa que passava.

[Continua...]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://bnobodybutyourself.tumblr.com/
Pipa*Jonas*
administradora
administradora


Feminino Número de Mensagens : 2592
Idade : 23
Localização : Porto
Emprego/lazer : Facultis ahah / Pensar nos Jonas
Jonas Brothers Preferido : São os meus meninos
Data de inscrição : 13/04/2009

MensagemAssunto: Re: "What about love?" [Chap. LXIV"] ULTIMO 08/07   Dom Jun 05, 2011 11:54 pm

mais uma vez, os teus capitulos deixam-me de boca aberta e super sentimental...

Parabéns! e vê se postas mais frequentemente
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://tudoemaisalgumacoisa-pipa.blogspot.com
Jéssica
LA baby
LA baby


Feminino Número de Mensagens : 2852
Idade : 22
Localização : Lisboa
Emprego/lazer : Nick's bedroom.
Jonas Brothers Preferido : nicky, the president.
Data de inscrição : 22/04/2009

MensagemAssunto: Re: "What about love?" [Chap. LXIV"] ULTIMO 08/07   Seg Jun 06, 2011 2:44 pm

ai mulher demoraste tanto tempo irra. o:
maaaas óh, porque é que a victoria ainda não se pôs nas galinhas? enfim. estooou ansiosa para saber quando é que eles ficam agarradinhos novamente, sim porque têm que ficar C'. uft!
continuaaaaa please. e sim, mais uma vez, tens imenso jeito. :3
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
C'
LA baby
LA baby


Feminino Número de Mensagens : 2047
Idade : 25
Localização : Aveiro
Emprego/lazer : Basket!
Jonas Brothers Preferido :
Data de inscrição : 27/02/2009

MensagemAssunto: Re: "What about love?" [Chap. LXIV"] ULTIMO 08/07   Seg Jun 06, 2011 8:21 pm

Pipa*Jonas* escreveu:
mais uma vez, os teus capitulos deixam-me de boca aberta e super sentimental...

Parabéns! e vê se postas mais frequentemente

Jéssica escreveu:
ai mulher demoraste tanto tempo irra. o:
maaaas óh, porque é que a victoria ainda não se pôs nas galinhas? enfim. estooou ansiosa para saber quando é que eles ficam agarradinhos novamente, sim porque têm que ficar C'. uft!
continuaaaaa please. e sim, mais uma vez, tens imenso jeito. :3

Obrigada... voces são umas queridas... Obrigada por não desistirem da fic! *.*
Logo mais posto o proximo cap! Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://bnobodybutyourself.tumblr.com/
Jéssica
LA baby
LA baby


Feminino Número de Mensagens : 2852
Idade : 22
Localização : Lisboa
Emprego/lazer : Nick's bedroom.
Jonas Brothers Preferido : nicky, the president.
Data de inscrição : 22/04/2009

MensagemAssunto: Re: "What about love?" [Chap. LXIV"] ULTIMO 08/07   Seg Jun 06, 2011 10:11 pm

eu amei esta fic desde que a comecei a ler. sempre te disse isso. posta vá. (:
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Pipa*Jonas*
administradora
administradora


Feminino Número de Mensagens : 2592
Idade : 23
Localização : Porto
Emprego/lazer : Facultis ahah / Pensar nos Jonas
Jonas Brothers Preferido : São os meus meninos
Data de inscrição : 13/04/2009

MensagemAssunto: Re: "What about love?" [Chap. LXIV"] ULTIMO 08/07   Seg Jun 06, 2011 10:19 pm

Jéssica escreveu:
eu amei esta fic desde que a comecei a ler. sempre te disse isso. posta vá. (:

exacto Razz
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://tudoemaisalgumacoisa-pipa.blogspot.com
C'
LA baby
LA baby


Feminino Número de Mensagens : 2047
Idade : 25
Localização : Aveiro
Emprego/lazer : Basket!
Jonas Brothers Preferido :
Data de inscrição : 27/02/2009

MensagemAssunto: Re: "What about love?" [Chap. LXIV"] ULTIMO 08/07   Ter Jun 07, 2011 12:40 am

Hey babes!
Bom, capitulo bem maior do que o normal... mas merecem por todo este tempo! Wink
espero que gostem! (:


[Chap. 60]

- A Ally? - Perguntou Nick assim que todos se sentaram à mesa para jantar.
- Saiu não há muito tempo. Só me disse que ir tirar uma das gerberas do jardim. - Jasmine sabia que isso bastava para Nick saber onde Alana estava.
Nick sentia-se culpado pala cena daquela tarde no quarto da pequena Lily. O olhar que Ally lhe lançara tinha-lhe doído mais do que aço gelado na pele. Havia mágoa, tristeza, dúvida, ela estava sem dúvida desapontada. Assim que acabou de jantar pediu licença, levantou-se e dirigiu-se rapidamente no seu carro até ao cemitério.
Quando chegou percorreu o caminho que algumas vezes tinha feito na esperança de encontrar Ally, outras apenas para desabafar. Desta vez encontrou-a. Estava de costas para si, em silêncio. Ele acabou cem a distancia que os separava e sentou-se ao lado dela sem dizer nada. Ally assustou-se, não estava a fazer conta que ele aparecesse ali.
- Desculpa, não te queria assustar. - Disse Nick numa voz suave.
- Tudo bem… - Respondeu Ally ainda com as mãos no peito. Depois voltou o seu olhar em frente, tal como estava antes de Nick chegar e deixou-se ficar em silêncio. Nick pensou que certamente ela continuaria chateada por causa da situação que acontecera mais cedo.
- Eu não devia estar aqui não é? Desculpa, eu não queria interromper ou intrometer-me, mas quando a Jasmine deu a entender que tinhas vindo para aqui eu não pensei em mais nada e… Desculpa. - disse começando a levantar-se. – Eu estou de carro, está a ficar de noite… Eu fico à tua espera lá fora.
Mas Ally não o deixou levantar-se. Fez com que se sentasse de novo, mais perto dela. Encostou a sua cabeça no ombro de Nick e voltou a ficar em silêncio. Nick aconchegou-a num abraço de uma mão apenas e deixou um pequeno beijo na cabeça de Ally.
- Senti falta desta calma, desta brisa que parece correr cada vez que aqui venho. - Nick apenas sorriu e apertou-a mais contra si. – Vamos?
- Claro. - Respondeu Nick levantando-se e seguindo o caminho para o carro.
- Ally, eu queria pedir-te desculpa pela situação de hoje à tarde. Por vezes a Vicky diz coisas sem algum sentido, precipitadas… - Disse depois de um longo silêncio.
- Nick, eu acredito que gostes imenso dela, que passarias o dia a falar sobre ela… Mas sinceramente, eu gostava muito que pelo menos perto de mim ela não fosse assunto. Nós não começamos de uma boa maneira e pelo que conheço dela, nunca nos vamos dar bem, então, já que não quero que te chateies comigo, é melhor mantê-la longe das nossas conversas. - Ele apenas assentiu, deixando um silêncio estranho entre eles.
- Bom, tens algum sitio em especial em mente ou queres ir já para casa? - Nick perguntou e sorriu assim que chegaram ao carro, agindo como se nada se tivesse passado.
- Tu é que és o condutor! - Ally desafiou, piscou-lhe o olho e sorriu também o que fez Nick sorrir de orelha a orelha. Nick abriu-lhe a porta do carro como um bom cavalheiro, assim que Ally entrou, este fechou a porta e dirigiu-se para o banco do condutor iniciando a marcha de seguida.
- Ah! Muito original, sim senhora menino Nick! - Desdenhou Ally com um sorriso trocista.
- Podemos ir a outro lado se quiseres! - Ele disse um pouco sobressaltado.
- Na verdade, eu estava mesmo a pensar em vir aqui. Tinha saudades deste parque… de todas as coisas boas que se passaram aqui. Estar aqui faz com que elas pareçam mais reais. - Saíram ambos do carro e começaram a caminhar lentamente lado a lado pelo parque fora… o parque onde se conheceram, de onde Ally tinha tão boas memorias.
- Então… - Disseram os dois ao mesmo tempo, na esperança de acabar com aquele silencio estranho e depois soltaram uma gargalhada pelo imprevisto.
- Diz tu primeiro. - Pediu Nick.
- Não era nada de especial, era só um pouco para arranjar tema de conversa. - Sorriu um pouco embaraçada, pois Nick olhava-a com um olhar genuinamente curioso.
- Exactamente pelo mesmo motivo! - Sorriu. Ally deu graças a Deus por não estar ligada a nenhuma daquelas máquinas de hospital que emitem barulhinhos mais rápidos ou mais lentos consoante o ritmo cardíaco da pessoa, pois aqueles sorrisinhos todos estavam a dar-lhe volta ao sistema e o coração dela parecia querer saltar da caixa torácica cada vez que ele a olhava nos olhos e lhe lançava aquele sorriso que ela adorada. – Bom, podes sempre contar-me como voltaste a tocar guitarra e a cantar, só se quiseres, claro!
- A Sarah, falou comigo… Contou-me algumas coisas, fez-me acreditar que eu podia voltar a tocar e eu voltei… E depois veio a necessidade de um trabalho para conseguir algum dinheiro para poder sobreviver, algumas propostas de trabalho em alguns bares e alguma inspiração extra e bom… É, basicamente foi isso. - Resumiu Ally.
- Humm… e entretanto não surgiu nenhuma proposta? Sei lá, algum produtor que te tivesse visto tocar… Tu és realmente boa Ally… - Ally ficou um pouco atrapalhada… Ainda não tomara a decisão de ir para Londres e não queria dizer a ninguém antes de ter a certeza… era tudo tão recente!
- Não. Em Portugal o mundo da música é complicado… - Disse vagamente encolhendo os ombros.
- Temos de te arranjar qualquer coisa, então! - Nick disse entusiasmado.
- Não! - Disse rapidamente. – Não me interpretes mal, mas se eu chegar a algum lado na música eu quero que isso só dependa do meu talento, Nick. Não porque sou amiga dos famosos Jonas Brothers ou o que quer que seja.
- Ok… tudo bem. Espera aqui, tenho uma ideia! - Nick fez menção para que ela se sentasse no banco ali perto, assim que Ally se sentou ele correu para o carro voltando minutos depois com uma guitarra acústica na mão. – Assim temos sempre assunto e eu quero que me mostres mais coisas tuas! - Ele disse piscando-lhe o olho. Ally sentiu as suas bochechas corarem, mas para o seu agrado o parque não era assim tão bem iluminado e tal acontecimento pareceu-lhe passar despercebido a Nick.
- Porque é que tenho de ser eu a mostrar o meu trabalho? - Perguntou parecendo indignada, mas soltando um riso no fim.
- Porque eu sou mais experiente na área da musica e posso dar-te alguns concelhos! - Disse com um ar convencido de que Ally tinha tantas saudades.
- Claro, Mr. Jonas… Mas isso não vai acontecer! - Desta vez foi Ally quem piscou o olho a Nick com uma expressão mesmo muito convencida e soltou depois uma gargalhada. Nick ficou a olha-la deliciado por alguns instantes.
- Ok! Então vamos fazer um jogo! - Sugeriu.
- E que jogo seria esse? - Ally perguntou curiosa.
- Então é assim… Começo eu! Eu vou tocar os acordes de alguma música que seja conhecida e tu vais ter adivinhar qual é e cantar. Se não adivinhares que musica é, tens de me mostrar alguma música tua. Depois trocamos e se eu não acertar mostro-te algumas coisas novas que eu compus ultimamente! Aceitas? - Perguntou entusiasmado.
- Claro que não! - Ela respondeu com uma nova gargalhada. Estava realmente a ter um bom momento ali com ele, era como se nada tivesse acontecido e que eles fossem amigos desde sempre.
- Está com medo! Vá lá Ally, não és assim tão ignorante em termos de música, que eu sei! - Disse em tom de desdém.
- Hey!! Acabaste de me chamar ignorante!?
- Muito pelo contrário, mas posso chamar se não aceitares o desafio. - Respondeu como se fosse superior, mas o sorriso matreiro denunciava-o.
- Ok! Ganhaste! Mas seu começo! - Anunciou e tirou a guitarra das mãos do rapaz. Dedilhou algumas notas e Nick sorriu abertamente.
- Demasiado fácil! - Desdenhou.
- Então canta! - Ordenou enquanto deitava a língua de fora.
- “And I'd give up forever to touch you
'Cause I know that you feel me somehow
You're the closest to heaven that I'll ever be
And I don't want to go home right now
And all I can taste is this moment
And all I can breathe is your life
And sooner or later it's over
I just don't want to miss you tonight” Iris by Goo Goo Dolls, muito fácil, menina Ally. Agora é a minha vez!
- Tinha sido um momento um tanto ou quanto intenso… se pudesse Ally ficaria ali a ouvi-lo cantar aquela musica para sempre.
- “Very superstitious, writing's on the wall
Very superstitious, ladders bout' to fall
Thirteen month old baby, broke the lookin' glass
Seven years of bad luck, the good things in your past”
. Oh por favor Nick… Ainda por cima uma das tuas preferidas! [/b][/i]- Ally rolou os olhos e soltou uma gargalhada.
- Acredita que não te ficou nada mal! - Piscou de novo o olho.
- Cala-te! Vá, sou eu de novo! - E aquele jogo continuou, e claro, em alguma parte Ally acabou por perder. – Nick, porque é que me parece que estás a fazer batota? Eu não conheço essa musica de lado nenhum! - Reclamou Ally.
- Ohh… Porque é que me parece que a Ally me vai ter de mostrar o que tem andado a fazer? - Sorriu.
- Oh… Vá lá Nick, as minhas musicas são todas deprimentes. Isto estava a ser tão divertido.
- Combinado é combinado! Toma. - Proferiu passando-lhe a guitarra para as mãos.
- Foste tu que pediste! - Ally respirou fundo e olhou-o nos olhos começando a dedilhar as primeiras notas.
(Press Play! Wink

do you think about me, like i think about you?
do you listen to our songs as much as i do?
do you think about winter the same way you used to?
does the snow make you think of me?

looking back at this time, last year
i realized that things have really changed

don't you know that, i'm desperate for you?
for who we used to be, wondering if you miss me too
is it hard to think that there is a future, when my heart is back with yours, 12 months ago

do you talk about me, whenever you can?
do you ever look back and wish you'd never ran?
does love still scare you?
like it did when it scared me too?

looking back at this time, last year
i realized that things have really changed

don't you know that, i'm desperate for you?
for who we used to be, wondering if you miss me too
is it hard to think that there is a future, when my heart is back with yours, 12 months ago

every perfect memory of us, flashes back to this time
why can't every december be the same? (x2)

don't you know that, i'm desperate for you?
for who we used to be? wondering if you miss me too...

don't you know that, i'm desperate for you?
for who we used to be, wondering if you miss me too
is it hard to think that there is a future, when my heart is back with yours, 12 months ago

12 months ago, I didn't know I would be feeling this way. heart broken life changed 12 months ago today
12 months ago, 12 months ago

do you think about me? like i think about you”

Durante toda a canção os olhos de ambos pareciam estar conectados, Nick ostentou a sua expressão impassível assim que começou a perceber o significado da música, por fim, quando a letra terminou, Ally soltou todo o ar que ainda permanecia nos seus pulmões baixando a cabeça e uma pequena lágrima escorreu pela sua face. Com certeza ele já não pensava nela, já não se lembrava dos bons momentos, ou então tinha treinado bastante aquela expressão fria e sem qualquer tipo de sentimento.
Então Ally sentiu uma mão suave no seu queixo. Nick limpou a pequena lágrima que escorria e fez com que Ally o voltasse a olhar nos olhos e antes que ela se apercebesse, os lábios de ambos já estavam colados num beijo suave, cheio de saudade.

[Continua...]

Créditos da música: Megan & Liz - 12 Months Ago
elas são absolutamente fantásticas! *.*


Última edição por C' em Ter Jun 07, 2011 12:54 am, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://bnobodybutyourself.tumblr.com/
Pipa*Jonas*
administradora
administradora


Feminino Número de Mensagens : 2592
Idade : 23
Localização : Porto
Emprego/lazer : Facultis ahah / Pensar nos Jonas
Jonas Brothers Preferido : São os meus meninos
Data de inscrição : 13/04/2009

MensagemAssunto: Re: "What about love?" [Chap. LXIV"] ULTIMO 08/07   Ter Jun 07, 2011 12:53 am

Once again.. puseste me a chorar!
Está verdadeiramente bonito. Tão simples, mas daqueles que aquecem o coração! Tinha saudades de algo assim, ambos merecem <3
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://tudoemaisalgumacoisa-pipa.blogspot.com
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: "What about love?" [Chap. LXIV"] ULTIMO 08/07   Hoje à(s) 9:09 am

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
"What about love?" [Chap. LXIV"] ULTIMO 08/07
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 23 de 25Ir à página : Anterior  1 ... 13 ... 22, 23, 24, 25  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Love.Might.Kill
» Beautiful Love e Nardis(solos de Bill Evans)
» Eric Clapton - Bad Love Bass
» [Fic] Dangerious Love
» Diários de um vampiro,Onde tudo pode Acontecer! (Ultimo Capitulo Postado!!!)

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Jonas Brothers Oficial Street Team Portuguesa :: Multimédia :: FanFics-
Ir para: